Ceclin
Maio 11, 2020 0 Comentário


Radialista da Vitória FM diz ter sido ameaçado de morte

radialista Paulo Roberto

O radialista Paulo Roberto anunciou na manhã desta segunda-feira (11/05) que irá fazer Boletim de Ocorrência na Delegacia de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, por está sofrendo ameaças de morte. Ele apresenta todas as manhãs o programa noticioso “Na Boca Quente” há 22 anos na Rádio Vitória FM (93,5).

Paulo Roberto disse ter pessoas suspeitas rondando a sua residência com gestos ameaçadores, além de estar recebendo ligações privadas com ameaças de morte. Diante do exposto, ele aproveitou o término de seu programa Ao Vivo na manhã de hoje para se despedir dos ouvintes e anunciar a sua demissão da emissora que é ligada a grupo político na cidade. “Para preservar a integridade física, sobretudo da minha família, tomo a decisão de anunciar minha saída da Rádio Vitória FM”, sentenciou.

Até o momento, a direção da Vitória FM não se pronunciou oficialmente sobre a decisão do radialista.

A despedida de Paulo Roberto da radiofonia vitoriense pegou a todos de surpresa, inclusive os membros da imprensa local que vêm se solidarizando com o colega de comunicação. Inúmeras pessoas têm indagado nas redes sociais quem são os autores dessas ameaças e por qual razão as praticam atentando à liberdade de imprensa.

Na Boca Quente contém notícias policiais, entrevistas, faz apelos aos órgãos públicos para resolver os problemas urbanos. O programa também vinha expondo críticas a gestão atual na Prefeitura de Vitória e se posicionava opositora ao governo local no tocante aos serviços básicos oferecidos à população.