Ceclin
set 08, 2022 0 Comentário


Que falta saber sobre caso de vocalista da Banda Sedutora espancada

Soraya Oliveira foi espancada em Vitória, na madrugada da última quarta (7), por conta de uma vaga de estacionamento

Uma das vocalistas da Banda Sedutora, Soraya Oliveira, de 23 anos, foi espancada por um homem e a companheira dele, na madrugada da última quarta-feira feriado (07.09). Pouco antes de um show em Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, a artista se envolveu na confusão por conta de uma vaga de estacionamento. A agressão foi filmada por testemunhas e por uma câmera de segurança do bar onde a apresentação aconteceria. As imagens foram divulgadas nas redes sociais pela própria vítima.

A confusão começou quando a banda chegou ao local para se apresentar e estacionou o veículo atrás do carro dos agressores. Enquanto produtores e músicos do grupo saíram do veículo para levar os equipamentos do show para o bar, Soraya e a outra vocalista da Sedutora, Bruna Leão, permaneceram no automóvel, estacionado atrás de outro carro. Irritado por não conseguir sair do local com seu veículo, o homem que é visto nas imagens espancando Soraya começou as agressões, ajudado por sua companheira.

Pelo Instagram, a cantora contou detalhes do caso. “No início ele ficou agoniando o carro da gente, batendo no vidro, pra gente tirar o carro. É quando eu levantei e disse que nosso produtor já estava vindo para tirar o carro”. Soraya relata, ainda, que o homem irritou-se com a demora e chegou a urinar ao lado da janela do veículo da banda. “Eu levanto novamente e falo pra ele parar de urinar ali porque tem duas mulheres dentro do carro. A esposa dele veio em direção da porta onde eu tava e quando eu abro, ela já puxa meu cabelo e começa a luta corporal. Daí ele sai do carro dele, vem por trás de mim, me joga no chão e começa uma sequência de socos”. No vídeo, é possível ver as marcas da agressão nas pernas e no rosto da artista.

Soraya Oliveira sentada, com o corpo todo machucado, em imagem de vídeo publicado nas redes sociais contando das agressões — Foto: Reprodução

Depois do episódio, a banda foi para a Delegacia de Vitória de Santo Antão para prestar queixa. Em entrevista ao portal G1, Soraya disse que o homem que a agrediu é policial militar chamado Albenir e estaria alcoolizado na ocasião. “”Na Delegacia, me orientaram a ir até a Corregedoria tomar as medidas cabíveis, já que ele é PM, para que não fique impune. Ele me ameaçou de morte, me xingou, disse palavras de baixo calão para a outra cantora. Estou sentindo muitas dores e com o psicológico totalmente abalado”, afirmou.

Quem investiga o caso?
A Banda foi até a Delegacia da Vitória de Santo Antão para prestar queixa, que investiga o caso. O boletim de ocorrência foi registrado às 4h44 de quarta, como lesão corporal e dano/depredação.
Por nota, a Polícia Civil confirmou que “as investigações foram iniciadas e seguem até a elucidação do caso”. O g1 também entrou em contato com a PM e com a SDS para saber se a Corregedoria investiga o caso, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.