Ceclin
ago 27, 2018 0 Comentário


Quatro milionários concorrem ao Senado em Pernambuco

Quatro milionários concorrem ao Senado em Pernambuco

Com os pedidos de registro de candidatura finalizados, a disputa pelas duas vagas de Pernambuco no Senado Federal fechou com 12 candidatos. Deles, nove declararam a posse de bens à Justiça Eleitoral sendo quatro postulantes milionários. De acordo com os dados disponibilizados pelo DivulgaCand, os maiores patrimônios são dos deputados federais Bruno Araújo (PSDB), Jarbas Vasconcelos (MDB), Mendonça Filho (DEM) e Silvio Costa (Avante).

Dos quatro, o mais rico é Bruno, que declarou ter um total de R$ 5.160.732,02 em bens. O valor é quase onze vezes a mais do que o apresentado [R$ 480,4 mil] pelo tucano na primeira eleição que disputou em 2006. Já em 2014, quando concorreu pela última vez para deputado federal, o ex-ministro das Cidades disse possuir um patrimônio de R$ 3,1 milhões.

Logo em seguida na lista dos mais ricos aparece Jarbas, com uma declaração de R$ 1.687.249,59. O montante é maior do que em 2006, quando o emedebista disse ser dono de R$ 878, 6 mil em bens, contudo, menor do que o declarado no pleito de 2014, quando o ex-senador afirmou ter R$ 2 milhões em posses.

O ex-ministro da Educação é o terceiro no ranking, com R$ 1.333.854,66. A diferença do patrimônio em relação a eleição de 2006, quando esteve disputado o cargo de governador, não é tão grande, uma vez que o democrata já tinha R$1.016.437,58 naquele ano. Agora, em 2014 os dígitos eram maiores, com pouco mais de R$ 1, 6 milhão em bens.

Também entre os milionários está Silvio Costa com um patrimônio declarado de R$ 1.314.633,06. Em 2006, segundo a Justiça Eleitoral, o deputado não declarou nenhum bem, já em 2014 afirmou ser dono de R$ 1.059.430,23.

Outras declarações

A candidata a senadora pelo PSOL, Albanise Pires, tem R$ 406,5 mil em bens. O patrimônio dela é ainda maior do que o do senador Humberto Costa (PT) que busca a reeleição e disse ter a posse de R$ 382,5 mil. Já a candidata do Pros, Lídia Brunes declarou ter R$ 116 mil e Adriana Rocha (Rede) R$ 114 mil. O postulante à Casa Alta com o menor patrimônio apresentado à Justiça Eleitoral é Helio Cabral (PSTU). Ele disse ser dono de R$ 7 mil em bens.

Os candidatos Eugênia Lima (PSOL), Gilson Lopes (PCO) e Pastor Jairinho (Rede) não declararam patrimônio.

Leia Já