• Ceclin
jan 21, 2010 1 Comentário


Quadrilha é desarticulada em Vitória de Santo Antão

Reprodução Folha de Pernambuco
Grupo vinha roubando motocicletas na cidade e regiões próximas há alguns meses
Manoel Guimarães

Quase dez horas de buscas até a prisão de sete pessoas. Este foi o itinerário de policiais militares do 21° Batalhão na tarde de anteontem, no município de Vitória de Santo Antão, na Mata Sul pernambucana, a 47 quilômetros do Recife. Por meio de denúncias, os PMs prenderam uma quadrilha de assaltantes de moto que atuavam na cidade há vários meses. Eles ainda contaram com a “ajuda” dos próprios integrantes que, um a um foram se entregando.
Na operação foram presos Jardiel Rodrigues de Almeida, de 21 anos, Valdeci Manoel de Lira, 34, conhecido por Vado; Roberto de Melo Lira, 22, o Beto; João Rodrigues da Silva, 42, o Careta; e os irmãos Edson José da Silva, 30, e Daniel José da Silva, 22, conhecidos como Edo e Piquel, respectivamente, além de um jovem de 18 anos. Com eles, foram apreendidas várias peças de moto, uma espingarda calibre 36 com o cano serrado, dois aparelhos de televisão e quatro botijões de gás.

A busca pela quadrilha começou por volta das 14h, no Sítio Figueira, zona rural de Vitória. Jardiel e Josivan, que segundo os policiais eram os líderes do grupo, planejavam realizar alguns assaltos na área. No entanto, a polícia recebeu informações sobre um encontro dos dois. “O batalhão vinha investigando os assaltos naquela área há algum tempo, tanto na zona rural quanto no centro do município. A última ocorrência foi de uma moto azul, roubada no último dia 6. A vítima desse crime registrou o roubo e reconheceu o Jardiel.

Ontem (anteontem), à tarde, soubemos que ele iria se encontrar com o Josivan, que estaria embaixo de uma árvore com a espingarda. Pegamos primeiro Jardiel, que nos levou até o Josivan. Depois fomos atrás dos demais integrantes dessa quadrilha”, explicou o tenente Idenir Pereira, do 21° BPM.

A dupla acabou confessando o roubo e levou os policiais até o Sítio Riachão, também na área rural. Lá fica a casa de Édson, que mantém um bar no mesmo local. Quando a PM chegou, o proprietário estava acompanhado pelo irmão Daniel e por Valdeci. “Com eles, havia três sacos de náilon, cheios de peças de carro, além dos botijões de gás e das televisões pequenas. Josivan e Jardiel revelaram que tinham feito uma dívida de R$ 100 no bar, por isso, empenharam a moto roubada para quitar esse valor”, continuou o tenente.

O trio se juntou aos dois líderes na prisão. O último destino foi a casa de João, no centro de Vitória. Os detidos revelaram que o morador estava com os pneus da moto em casa. No local, também se encontrava Roberto, que teria participado com o grupo do desmanche do veículo.

Todos foram levados para a Delegacia de Vitória de Santo Antão. A delegada Maria Betânia Tavares ouviu os acusados, que confessaram o crime. Os sete integrantes foram autuados em flagrante por receptação qualificada e formação de quadrilha. Jardiel e Josivan ainda foram autuados por tentativa de roubo. Após fazerem exames no Instituto de Medicina Legal (IML), o grupo foi levado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.

(Folha de Pernambuco).