Ceclin
jun 22, 2012 8 Comentários


PT e PV tentam chegar a um consenso eleitoral em Vitória

A terceira via política em Vitória de Santo Antão, mais uma vez construída em ano eleitoral, começou com seis pré-candidatos ano passado e hoje resume-se a dois nomes que se prontificam encarar a polarização existente na cidade. Tanto Jailton Albuquerque (PT) quanto Zé da Juliana Móveis (PV) pretendem encabeçar uma chapa majoritária para enfrentar o atual prefeito Elias Lira (PSD) e o grupo do vereador José Aglailson (PSB).

No esforço de montar um chapão para a disputa proporcional, os partidos PP, PT, PV, PSL e PCdoB dependem hoje de um acordo entre Jailton e Zé da Juliana, a fim de um dos dois encabeçar a disputa para prefeito de Vitória.

Disposto a facilitar o entendimento político, o presidente do PP, Irmão Madi, retirou o seu nome na indicação para prefeito e decidiu lançar-se vereador neste chapão, caso Jailton também retire seu nome e reforce a disputa para o Legislativo municipal. Com a retirada de Irmão Madi, tanto Jailton quanto Zé da Juliana não estão dispostos a se retirar da disputa majoritária.

Prova da ausência de acordo foi o fato dos dois partidos marcarem as suas convenções em locais separados. Tanto o PV quanto o PT agendaram para a noite do dia 28 de junho, porém longe um do outro. Zé da Juliana reunirá os seus filiados na Sede do Diretório local, que fica situado no Canal da Mangueira. Já Jailton Albuquerque convoca o grupo petista para a sede da Associação Comercial, situado na Av. Mariana Amália, Centro de Vitória.

Disposto a seguir adiante com sua candidatura a Prefeito de Vitória, Jailton Albuquerque solicitou desde o dia 1º o afastamento do seu cargo de Presidente da Associação Comercial (ACIAV). Diante do impasse dos dois empresários, certamente restará a Zé do PV a candidatura em um cenário isolado, a depender como deverá se posicionar os três partidos restantes.