• Ceclin
ago 29, 2017 0 Comentário


Protesto agrário em Amaraji fecha rodovias PE’s 071 e 063

Protesto se estende desde cedo desta terça. Foto: Cortesia / Leitor

Protesto se estende desde cedo desta terça. Foto: Cortesia / Leitor

Os movimentos sociais ligados ao setor da agricultura – Via do Trabalho, MST (Movimento dos Sem-Terra) e FETAPE (Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais – fecharam numa ação programada, segundo o Amaraji Notícias, na manhã desta terça-feira (29/8), as duas principais vias de acesso ao Município de Amaraji, na Mata Sul do Estado.

De acordo com os líderes dos movimentos, as rodovias PE’s 071 sentido Chã Grande e a 063 sentido Primavera, foram fechadas para chamar a atenção do Poder Público para algumas reivindicações dos assentados exigindo a execução de processos de reforma agrária travados no INCRA, além de vistorias de imóveis e liberação de créditos. Há ainda indignação contra o Governo Federal, INCRA, Usina (por estar segundo eles acabando com as estradas) e ainda cobram reunião com o INCRA a fim de liberar para reforma agrária os Engenhos Santa Bárbara e Nabuco, além da criação de lombadas na PE 063, altura do Assentamento Bom Jesus, bem como a continuação do projeto de eletrificação, liberação das cestas básicas pelo INCRA e reuniões com promotores agrários.

Segundo o movimento, o manifesto deve seguir até contar com a presença de algum representante do INCRA.

O protesto terminou no final desta manhã e a rodovia estadual foi liberada. Como resultado, ficou acordada uma agenda positiva na próxima segunda-feira (04/09) com um superintendente na sede do INCRA, para discutir a pauta de reivindicações dos manifestantes. O trânsito no local flui normalmente nos dois sentidos.