Ceclin
fev 25, 2014 0 Comentário


ProRural promove reuniões no Agreste e Zona da Mata para implantação de Planos Territoriais

(Vitória de Santo Antão também participa - Foto: Marcio Souza / Arquivo / A Voz da Vitória).

Em continuidade as atividades para implementação dos Planos Territoriais de Redes Produtivas, a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do ProRural, realiza esta semana (dias 25 e 26), uma série de reuniões com a participação de produtores familiares das redes da pesca artesanal, raízes e tubérculos, turismo rural e horticultura. Os encontros fazem parte das estratégias do Programa Territórios Produtivos, voltado à promoção do desenvolvimento da agricultura familiar no Estado, e acontecem nos municípios de Pesqueira, Garanhuns, Caruaru e Vitória de Santo Antão.

Em Pesqueira, organizações de pescadores artesanais dos municípios de Belo Jardim, Bom Conselho, Pedra, Pesqueira e Venturosa participam do fórum para construção do Plano da Rede da Pesca Artesanal do Agreste Central. No Agreste Meridional, a cidade de Garanhuns sedia encontro, com a participação de representantes de 78 organizações de produtores familiares da rede de raízes e tubérculos. O grupo é composto por agricultores dos municípios de Águas Belas, Buíque, Capoeiras, Lajedo, Palmerina, Saloá, Caetés, Jupi, Jucati, Pedra e São João.

Na rede de Turismo rural, os trabalhos acontecem em Caruaru, com representantes das cidades de Bonito, Gravatá, Saloá, Garanhuns, Bezerros, Brejo da Madre de Deus e Caruaru. Os horticultores de Abreu e Lima, Cabo, Ipojuca, Moreno e Escada encontram-se no município da Vitória de Santo Antão, a fim de discutir as demandas para construção do Plano Territorial da Horticultura Agroecológica .

Os Planos Territoriais de Redes Produtivas estão sendo elaborados com a participação efetiva de organizações de produtores familiares, sociedade civil e instituições públicas e privadas. O objetivo da ação é de articular políticas públicas e otimizar recursos para promoção do fortalecimento da produção familiar e crescimento econômico da atividade. No total, serão elaborados 56 planos, com a participação de trabalhadores rurais de 180 municípios.

Com informações da Assessoria.