• Ceclin
ago 25, 2008 6 Comentários


Propostas soltas é a tônica do Guia dos Prefeitos

O Guia Eleitoral dos candidatos a Prefeito da Vitória de Santo Antão desta segunda-feira (25) começou com a Frente Popular da Vitória (PSB-PCdoB-PMN-PT-PSL-PTdoB-PTC-PTN) do candidato DEDÉ. O locutor começou elogiando a Carreata realizada no último sábado (23), afirmando que foi uma das maiores já realizadas na cidade.

Adotando uma estratégia para demonstrar consistência ao palanque, o Guia de Dedé e Bione fez questão de reforçar os depoimentos de que os empresários da cidade estão com a Frente Popular. Foi apresentado os depoimentos dos empresários Carlos Farias, Ademar Veículos e Braz. “Precisamos continuar o que deu certo. Em time que ganha não se mexe”, defendeu Carlos Farias.
O Prefeito Demétrius Lisboa (Dedé) reforçou suas propostas na área de Emprego e Renda, topificando a capacitação técnica da mão de obra local e sobretudo dos jovens. “Cursos técnicos serão feitos para ele se capacitar nessa nova fase que vive Vitória com a chegada da Sadia”, afirmou o candidato a reeleição. Alternado com os depoimentos de populares, inclusive de motos-táxi na comunidade do Maúes. Encerrando com o vice Bione: “Esse projeto popular é o mesmo do Governo Lula e Eduardo. Esse alinhamento é para avançar muito mais”, pontuou Bione.

Quem surpreendeu no Guia de hoje foi o candidato da Coligação Vitória de Cara Nova, Cristiano Pilako (PTB), que fez severas críticas ao modelo de campanha na cidade. “Estamos vendo em Vitória um ringue onde quem perde é o povo. Você concorda com este modelo de campanha eleitoral em Vitória?”, questionou Pilako ao ouvinte do Guia.

“Vou fazer uma administração com desenvolvimento sustentável. Uma gestão radical que atenda as condições básicas do povo. Os que aí se apresentam não estão preparados para ser prefeito”, alfinetou ele. “As ações valem mais que mil promessas”, ensinou.
“Nesta campanha não há confronto de idéias e propostas. Esse modelo de guerra tem trazido prejuízos ao nosso comércio. Quem ama Vitória tem que respeitar o comércio”, disse Pilako de modo contundente e seguro.
Revoltado com as manifestações dos candidatos Dedé e Elias que, segundo ele, promovem o caos todos os sábados no centro comercial da cidade, Pilako foi para a ofensiva: “O sons da campanha deles são de péssima qualidade e circulam pelo comércio infernizando a todos. Vou acionar o Ministério Público para acabar com esta zuada”, garantiu Pilako.
“Será que eles querem fazer o debate? Eu quero o debate. Não quero ser omisso. Chame as emissoras de rádio e TV para o debate com o povo. Sou o novo e o novo é 14″, concluiu.


O candidato Elias Lira (DEM) da coligação Vitória bem administrada, reforçou através de sua locutora que hoje é dia 25 e desejou felicidade para todos neste dia, que segundo ela, vai levantar o verde e amarelo para libertar Vitória. “Quem usa estas cores quer a liberdade”, disse a locutora.

O guia dedicou-se a apresentar as propostas para Educação, porém antes desceram farpas no atual governo. “Vitória passa por uma fase de descaso na educação de toda a sua história”, disseram. Fazendo reportagens, eles colheram depoimentos dos moradores de Ladeira de Pedra, onde a Escola N. Sa. de Fátima estava fechada. A Profa. Célia afirmou que “os alunos se retiraram para outra escola. Outros desistiram de estudar porque fecharam a escola”. Completando: “Quando ela funcionava quem botava água na escola era o meu pai”, afirmou ela.
Já na comunidade de Campinas (com 2000 residentes), colocaram uma estudante chamada Sandra que denunciou que faz seis anos que não consertam a escola. “Eu já estudei dois anos nesta escola. Agora temos que ir estudar no distrito de Cajueiro”, lamentou.
O locutor Aderval Barros não perdoou: “Absurdo esse quadro que Dedé e Aglaílson estão fazendo. O que está acontecendo é um total abandono e como será o futuro dos seus filhos sem educação?”, jogando a bomba para o ouvinte.
Após o locutor fez um relato quando Elias Lira foi prefeito por duas vezes e das obras que este realizou na educação. Mencionou que fará investimentos na capacitação dos professores, com a implantação do PCC. Respeito as verbas federais e manutenção dos transportes aos universitários. Estruturação física das escolas da rede municipal. Discussão de um novo conteúdo pedagógico para a grade escolar. Disse que irá estimular a Gestão democrática nas escolas. Criação dos “Agentes Comunitários da Educação”, entre outros.
Foi mencionado que o carnaval tradicional da cidade será devidamente valorizado. “É assim que se trabalha com transparência”, provocou o locutor.
Da parte cômica ficou o quadro “Papa Terra e Papa Trilho”. Os comediantes disseram que tem gente na Prefeitura que irá as Olímpiadas para ganhar a medalha da competição “do não fazer nada”. Segundo o quadro, a categoria que estes concorrerão: “Faz nada sincronizado”, provocaram.

P>S<: O Guia do candidato Gilvan Contador (PDT) foi a repetição do seu último.

por Lissandro Nascimento.

Leia a matéria sobre a posição do autor neste Link: http://avozdavitoria.blogspot.com/2008/07/posio-dos-editores-deste-blog.html