Ceclin
mar 25, 2011 9 Comentários


Promotoria de Vitória de Santo Antão recomenda novas eleições para Conselho Gestor de Hospital

Indícios de irregularidades na eleição ocorrida em dezembro passado para a composição do Conselho Gestor do Hospital João Murilo de Oliveira, em Vitória de Santo Antão, levaram o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em ação da promotora de Justiça Vera Rejane Alves, a expedir recomendação ao diretor da unidade de saúde para que ele se abstenha de praticar qualquer ato no sentido de empossar os eleitos.
Ele deverá também enviar comunicação ao Conselho Gestor da Secretaria Estadual de Saúde para que seja convocada nova eleição para a composição do conselho.

A medida do MPPE foi resultado de denúncias recebidas pela 2ª Promotoria de Justiça Cível e da Cidadania de Vitória de Santo Antão dando conta de possíveis irregularidades durante a eleição ocorrida em 10 de dezembro do ano passado.


Segundo os denunciantes, algumas pessoas votaram em duplicidade, tendo sido apresentadas à Promotoria cédulas com os nomes dos eleitos escritas com caligrafia idêntica. Com isso, a promotora de Justiça decidiu expedir a recomendação, destacando que, se comprovadas tais práticas, os responsáveis serão enquadrados na lei de improbidade administrativa, sem prejuízo de outras medidas cabíveis.
(Portal do MPPE).