Ceclin
maio 06, 2013 0 Comentário


Projeto quer incentivar doação de sangue no alistamento militar

Com informações do portal Contas Abertas

O número de jovens brasileiros que se alistam para as forças armadas todo ano passa do 1 milhão. Pensando nessa quantidade, o projeto Cidadão Brasil pretende estimular esse contingente da população a realizar a doação de sangue, sendo a sua intenção a de criar uma cultura de doação por meio de solidariedade e compromisso social. O idealizador do projeto, Lívio Miranda, propõe que se faça um Brasil para todos, “com pequenos (grandes) atos”.

De acordo com a publicação, a estratégia é fazer com que potenciais doadores sejam estimulados pelo Ministério da Defesa a realizar a doação, durante o alistamento e de forma voluntária. “Dessa forma, o custo benefício do processo torna-se muito interessante. É uma forma eficaz e barata de construir e manter um banco de doadores de sangue durante todo o ano, todos os anos”, afirmou Miranda. Outro ponto colocado pelo idealizador do projeto é que a infraestrutura e a logística já existem e podem ser implantadas pela máquina estatal do Ministério da Saúde (MS).

O Ministério da Defesa (MD) ficaria com a coordenação nacional da campanha e os cadastros dos alistados que quiserem doar.O Cidadão Brasil foi discutido entre as duas pastas. Segundo o Ministério da Saúde, a proposta seria inviável, pois o alistamento militar acontece nas Juntas de Serviço Militar (JSM) sob a presidência dos prefeitos municipais e suas instalações são inadequadas à coleta de sangue.