Ceclin
ago 24, 2010 1 Comentário


Projeto promete polêmica na Câmara de Pombos

Foi realizada na quinta feira (19), na Câmara de Vereadores do Município de Pombos a 7ª Sessão do 2º período.
Após a chamada nominal dos vereadores foi registrada a ausência justificada do vereador Severino Genaro Félix da Silva (Genaro da Pedreira do PSB).

Após a leitura e aprovação da ata da sessão anterior o presidente da casa legislativa Marcos Severino da Silva (Marcos de porteira do PCdoB) deu continuidade aos trabalhos da casa solicitando ao 1º Secretário José Roberto dos Santos (Beto da Ambulância do PR) que fizesse a leitura dos ofícios projetos que tramitam na casa.

Projeto oriundo do poder executivo onde regulamenta a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o período de 2011 que foi votado e aprovado por todos os parlamentares presentes.

Projeto de autoria do vereador Joabes Gomes da Silva (Murilo Força Jovem do PR) que proíbe a instalações de empresas que processam e incineram resíduos hospitalares no município por um período de 10 anos.

Oficio oriundo do Tribunal de Contas do Estado referente à prestação de contas de contas da gestão municipal de ano de 2008 onde ficou acertado que será deliberado e votado na sessão seguinte.

Oficio do 21º Batalhão de Polícia Militar informando ao presidente da casa Legislativa a troca do comando daquela unidade onde o Tenente Coronel Antônio José Batista informou os números dos telefones funcionais 3526 89003526 89019488 5851, colocando os mesmos a disposição da
Sociedade.

Não havendo mais matéria para expediente Marcos de Porteira iniciou o tempo livre para os parlamentares usarem a tribunas para suas citações.

O vereador Murilo Força Jovem que após cumprimentar a todos iniciou seu tempo livre justificando o seu projeto enviado nesta noite na casa legislativa, alegando que após analisar a empresa que se instalaria no município iria trazer mais problemas do que solução devido à atividade que irá exercer no município.

“A intenção do poder executivo ao trazer uma empresa para o município e gerar emprego e renda porem essa não trará esses benefícios para a cidade, pois ela e automatizada, portanto não vai contribuir com nosso município, pois somando sua matriz e filiais não conseguem gerar 100 empregos,” disse o parlamentar.

“Ao invés de progresso e renda essa empresa trará para o município contaminação e problemas de saúde para a população” desabafou Murilo.

A vereadora Maria das Graças Bezerra (Neide de Roque do PMN) informou que apesar de ser contra o projeto da incineradora só fará uma explanação sobre o assunto quando o mesmo for apresentado em plenário.

O tema da vereadora foi a péssima situação das estradas da zona rural do município que esta dificultando o transporte da produção agrícola e a locomoção dos estudantes da área rural para as escolas do município

A parlamentar também denunciou a desativação do programa PET de algumas escolas e o fracionamento do salário dos professores ligado ao projeto.

Utilizando a tribuna em seu tempo livre o vereador Beto da Ambulância declarou que na próxima reunião se pronunciará sobre o projeto do vereador Murilo.
Na sequência Beto informou que procurou a gestão municipal para se informar sobre a folha de pagamento dos motoristas que transportam os estudantes e constatou que todas estão em dia, quanto às estradas da zona rural, o parlamentar informou a chegadas de mais uma maquina cedida pelo governo do estado e as mesmas se encontram com mais de 60% dos trabalhos concluídos.

Encerrando seu tempo Beto disse que não iria comentar sobre o s problemas do PET, pois reconhece que este problema está sem solução desde a gestão antiga e por mais que se tente consertar continua do mesmo jeito.

Sendo o último a utilizar a tribuna o vereador José Chalegre de Farias (Chalegre Vereador do PMN) se posicionou a favor do projeto do parlamentar Murilo afirmando que uma empresa que manuseia produtos tóxicos e lixo hospitalar oferece perigo ao ambiente e precisa ser bem elaborada antes de sua abertura.

Finalizando o parlamentar agradeceu ao diretor de obras do município por ter atendido ao seu requerimento da sessão anterior e refeito as passagens de acesso das estradas que havia solicitado.

Não havendo mais inscritos o presidente da Casa Legislativa declarou encerrada a sessão e convidou a todos para a próxima quinta feira no horário regimental

Por Orlando Leite.