• Ceclin
mar 23, 2012 0 Comentário


Projeto para crédito de carbono será apresentado para assentados de Vitória de Santo Antão e de Pombos

Manter a floresta viva traz ganhos ambientais, mas também pode trazer ganhos sociais. É esta a proposta do Projeto Carbono Vivo, desenvolvido pela Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE) e que será apresentado no assentamento Serra Grande, no município de Vitória de Santo Antão, próximo domingo (25), a partir das 09h.

“Vamos reunir as pessoas que moram no assentamento para explicar o que é o projeto, os seus benefícios e como as pessoas podem contribuir para que o Carbono Vivo tenha os resultados esperados”, explicou a coordenadora do projeto, Ellen Guimarães. De acordo com a coordenadora, o projeto, que é financiado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), tem como objetivo implantar e desenvolver um modelo para Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) por créditos de carbono em assentamentos rurais, tendo como modelo os assentamentos Chico Mendes (Ronda) e Serra Grande que ficam região da sub – bacia Natuba, na bacia hidrográfica do rio Itapacurá.

O seminário de apresentação do projeto Carbono Vivo será apresentado também no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pombos (rua Padre Galdino, 162, centro do município), no dia primeiro de abril, às 09h.

Serviço:

– Assentamento Serra Grande (município de Vitória de Santo Antão) – 25/03 – a partir das 09h

– Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pombos (rua Padre Galdino, 162, centro do município) – 1º de abril – a partir das 09h