Ceclin
set 06, 2010 0 Comentário


Professores: também excluídos

Neste 7 de setembro completamos 188 anos da chamada Independência do Brasil. Durante todo esse tempo as classes dominantes continuaram imprimindo profunda exclusão ao povo, iniciada com a exterminação indígena, seguida com a escravidão negra, a concentração da terra e vários períodos de ditadura.

Para nós, trabalhadores em educação, desde a época do Império tem sido negado o Piso Salarial. Engana-se quem imagina que arrochado os salários dos professores está atingindo apenas a categoria. O resultado disso é que no Brasil há carência de professores nas disciplinas de exatas e praticamente não se formam mais professores de química. Em Pernambuco, com todas as imposições de Secretaria de Educação, seguimos com os piores desempenhos educacionais e não temos mão de obra devidamente qualificada, como tem mostrado as experiências em Suape. Tudo isso rima com os piores salários do Brasil.

Este ano, em março, duramente atacados com a Lei Complementar nº 154. Os efeitos catastróficos da Lei em questão poderão ser corrigidos durante a reformulação do Plano de Cargos e Carreira. Para isso, entretanto, é necessário que o Governo apresente propostas dignas durante o processo de reformulação do Plano, pois não aceitaremos proposições que mantenham a exclusão dos trabalhadores em educação. Aliás, no dia 21 de setembro haverá a próxima reunião, devendo a categoria continuar atenta.

Em 7 de setembro vamos às ruas lutar por mais emprego, limite da propriedade da terra e pelo Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN).

AGENDA

09/09 – Grito dos Excluídos.
Concentração na Praça Oswaldo Cruz, Boa Vista – Recife – às 9h.

Até 12/09 – Plebiscito Popular pelo limite da propriedade da terra. Urnas na sede e Núcleos Regionais do SINTEPE.

Informações www.limitedaterra.org.br

AÇÃO IPSEP: A Secretaria de Aposentadas/os continua recebendo os contracheques, de novembro de 1998 a maio de 2000, inclusive o 13º.

Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – SINTEPE.

Fone: (81) 2127.8866

www.sintepe.org.br