Ceclin
Maio 30, 2012 0 Comentário


Professores do CAV/UFPE protestam no Centro da Vitória de Santo Antão

Após promoverem um debate na manhã de hoje (30), em defesa da universidade pública de qualidade, os professores, universitários e técnicos da Universidade Federal de Pernambuco (CAV/UFPE), campus Vitória de Santo Antão, sairam em  passeata pelas ruas do Município com o intuito de despertar e discutir sobre as demandas locais, regionais e nacionais relacionadas ao movimento de greves na IFES.

A categoria pleiteia carreira única com incorporação das gratificações em 13 níveis remuneratórios, variação de 5% entre níveis a partir do piso para regime de 20 horas correspondente ao salário mínimo do Dieese (atualmente calculado em R$ 2.329,35), e percentuais de acréscimo relativos à titulação e ao regime de trabalho, além de melhores condições para desenvolver as atividades.

De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da Rural (Aduferpe), o professor Cícero Monteiro, a paralisação faz parte de um movimento nacional. “Nosso objetivo maior é conseguir o plano de carreira. Quando o professor entra na universidade, ganha menos que outros técnicos do serviço público. Além disso, vemos grandes distorções na carreira de professor. Queremos estabelecer 13 níveis”, explica Cícero.

Fotos: Flávio Fox