Ceclin
ago 24, 2011 1 Comentário


Professores de Paudalho finalizam greve

do Carpina In foco

Em assembleia realizada hoje (24), às 9h, na escola Tancredo Neves em Paudalho, professores da rede municipal decidiram retornar às salas de aula após aprovação da proposta por parte da Prefeitura. Os professores reivindicavam o pagamento do reajuste de 15,86% além de melhorias nas estruturas das escolas, melhor qualidade na merenda, PCC e transporte. A prefeitura apresentou um documento em que se compromete a pagar ainda no mês de setembro o reajuste solicitado – inclusive dos contratados -, assim como o retroativo de janeiro a julho deste ano.

“A categoria sai fortalecida na luta pela educação de qualidade. Ainda há muito o que melhorar na educação de Paudalho, por isso iremos permanecer na luta fiscalizando, cobrando melhorias na educação, estrutura nas escolas, transportes, merenda escolar e na implementação do programa de formação continuada na cidade”, disse Jackson Bezerra, Coordenador Político do Sindicato dos Professores em Pernambuco (Sinpro/ PE).

Os professores condicionaram o encerramento da greve após o comprometimento da prefeitura com a melhoria de transporte, merenda escolar e cronograma para a reforma imediata das escolas. A categoria também exigiu que fosse feito um calendário para garantir a licença Premium no mês de outubro conforme a lei. Outro ponto é o pagamento da jornada suplementar que deverá receber o mesmo percentual de reajuste: 15,86%. Caso isso não ocorra irá ferir a isonomia salarial.

No debate que foi realizado durante a assembleia, a categoria definiu que irá cobrar da prefeitura a participação da categoria na construção do Plano Municipal de Educação e o estabelecimento do estatuto do magistério da cidade. “Sempre que necessário iremos às ruas denunciar as mazelas de educação em defesa dos filhos dos trabalhadores da cidade do Paudalho. Movimento vitorioso que vai se expandir por toda a Mata Norte e Agreste setentrional de Pernambuco”, finalizou Jackson Bezerra.