Ceclin
Maio 23, 2012 0 Comentário


Professores da rede particular decretam estado de greve

Foto: NE10

Os professores da rede particular de ensino de Pernambuco realizaram duas assembleias na manhã desta terça-feira (22), uma no Recife e outra em Caruaru, no Agreste. O estado de greve para a categoria foi aprovado por unanimidade em ambas.

Uma nova assembleia foi marcada para o próximo dia 30, às 8h, na sede do Sindicato dos Professores no Estado de Pernambuco (Sinpro), no bairro da Boa Vista, Centro do Recife, quando a greve pode ser deflagrada, se a entidade patronal não acatar as reivindicações. Por enquanto, fica apenas o alerta.

O principal item da pauta é a unificação do piso salarial em R$10 a hora/aula. Atualmente, o piso dos professores é de R$5,00 para os níveis Infantil e Fundamental 1 e R$ 6,40 para nível Médio ou Fundamental 2. Eles ainda exigem pagamento de vale-refeição, adiantamento do 13º salário e estabilidade da professora lactante.

Segundo a assessoria de imprensa do sindicato, aproximadamente 350 professores participaram da reunião na sede do Sinpro. Em Caruaru, foram cerca de 300. Até a próxima assembleia, haverá novas reuniões com os representantes dos donos das escolas.