Ceclin
mar 11, 2011 0 Comentário


Procon inclui três municípios na pesquisa de cesta básica. Ítens variam até 200%

Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Pela primeira vez os municípios do Cabo de Santo Agostinho, Caruaru e Vitória de Santo Antão fizeram parte da pesquisa de preço da Cesta Básica, realizada pelo Procon Pernambuco. O levantamento – realizado em 22 estabelecimentos do Grande Recife, nove do Cabo de Santo Agostinho, 22 de Caruaru e 12 em Vitória de Santo Antão – analisou o preço dos 27 itens de maior participação na cesta básica, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal.

A batata inglesa apresentou a maior variação na Região Metropolitana (201,01%),seguida pelo papel higiênico (178,79%). Em Caruaru, os produtos quer apresentaram maior diferença percentual foram o sabão em pó (326,28%) e a lã de aço (154,55%). No Cabo de Santo Agostinho, o campeão de variação de preço foi o alho (166,67%) e em Vitória de Santo Antão, o creme dental (139,66%).

De acordo com o Procon, entre os estabelecimentos pesquisados na RMR, o que apresentou menor valor da cesta básica foi o Atacadão de Olinda, no qual os ítens básicos podem ser adquiridos a R$ 59,10.

A pesquisa tomou como base a cesta básica necessária para uma família de quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças. Na Região Metropolitana, os valores representam um impacto de 39,26% em relação ao salário mínimo de R$ 545. Em Caruaru, este percentual chegou a 39,94%; em Vitória alcançou os 37,07% e no Cabo o impacto foi de 38,62% no salário mínimo. Apesar dos altos índices, em relação a janeiro de 2011, a Cesta Básica na RMR sofreu uma queda de 2,23%.