• Ceclin
mai 16, 2019 0 Comentário


Pró-Criança chega a Moreno e inicia expansão de suas atividades

MPC_Orquestra

Convênio entre a ONG e instituição local será assinado neste sábado por dom Fernando Saburido

O Movimento Pró-Criança dará, neste sábado (18/5), o primeiro passo rumo à expansão de suas atividades para além dos limites do Recife e de Jaboatão dos Guararapes. A instituição assina, às 15h, um convênio de cooperação técnica com a Associação Acolher, entidade filantrópica que atua na cidade de Moreno.

A solenidade será na sede da organização, que fica no bairro João Paulo II, e terá a presença do arcebispo de Olinda e Recife e presidente do Pró-Criança, dom Fernando Saburido. Sebastião Barreto Campello, fundador e diretor-presidente, e Antônio Vicente Júnior secretário executivo da ONG também participam da cerimônia.

O grupo e representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do município serão acolhidos pela orquestra da Associação Acolher, que é formada por crianças e adolescentes. O Pró-Criança também apresentará espetáculos dos grupos da dança, orquestra de cordas e percussão. A Associação Acolher oferece aulas gratuitas de balé e música para crianças carentes a partir dos 7 anos. Para o público idoso, a instituição mantem um curso de artesanato. Atualmente, 140 pessoas participam dos cursos e recebem alimentação.

A entidade sem fins lucrativos começou em 2016 com o músico e educador José Amaro Cavalcanti, dando aulas em casa “para que as crianças e os adolescentes de Moreno não ficassem na rua sem ter o que fazer”. Hoje, a associação depende de doações e funciona em um prédio alugado e com cerca de doze colaboradores.

A partir da assinatura do acordo, o Pró-Criança irá oferecer apoio pedagógico, suporte para a gestão contábil, além de capacitação para elaboração de projetos e captação recursos aos funcionários e voluntários da Acolher. Os encontros formativos serão feitos por meio de treinamentos, oficinas e workshops. “Vamos celebrar o aniversário de três anos da nossa ONG com essa bênção de ser apadrinhado pelo Pró-Criança. O convênio vai nos ajudar e muito a melhorar e ampliar o nosso atendimento”, comemorou Cavalcanti.

Há 25 anos, oferecendo educação complementar e profissionalizante gratuitas a jovens carentes da Região Metropolitana do Recife, o Pró-Criança já beneficiou diretamente mais de 30 mil jovens. A instituição quer retirar outras 6.000 crianças das ruas nos próximos três anos, por meio de convênios com outras ONGs, sobretudo, que atuam em cidades do interior. Para Antônio Vicente Júnior, essa parceria com a Associação Acolher é o primeiro passo. “Esse convênio simboliza esse marco da interiorização do Pró-Criança. Aos poucos vamos chegar em todas as regiões de Pernambuco levando o que a gente mais sabe fazer que é oferecer a educação complementar e, por meio dela, promover a inclusão social”, afirma.