• Ceclin
ago 15, 2008 2 Comentários


Presidente do Vitória na Rede Estação

Na TV: Oliveira sentenciou que Vitória de Sto. Antão não terá jogos do Campeonato.
Na última terça-feira (12), o presidente do Vitória o Dr. Paulo Roberto concedeu uma entrevista na TV Estação sobre a polêmica do uso do Estádio Carneirão, o qual o prefeito da cidade da Vitória de Santo Antão, Demétrius Lisboa, não permitiu a liberação para a equipe do Vitória treinar, alegando que está realizando um Campeonato e que não poderia liberar o campo do Carneirão para os treinamentos do Vitória. Foi no programa esportivo de Aderval Barros, canal 18, à noite.
A dificuldade em não ter acesso ao Carneirão levou o Dr Paulo Roberto a pedir para o presidente da Federação Pernambucana, Carlos Oliveira, bem como ao prefeito da Vitória para que estes liberassem o campo para os treinos e a competição dos jogos do Campeonato Pernambucano da série A-2, não obtendo sucesso. Não havendo resposta o Vitória ficou ameaçado de não disputar o Campeonato.

Em entrevista no canal 18, o presidente da Federação liberou para o Vitória o campo da cidade do Limoeiro que fica a 30 minutos da Vitória de Santo Antão. Paulo Roberto não tendo escolha, aceitou de pronto a proposta da FPF.
Com isso a população da Vitória sai perdendo por não presenciar os jogos, além dos empregos indiretos que normalmente estes jogos estaduais geram em torno do estádio do Carneirão. Vendedores de picolé, de batata frita, os bares ao redor do estádio e restaurantes ficaram sem ter o privilégio de ganhar maior movimentação. Segundo dito, “tudo devido a política pequena praticada na cidade onde a população mais uma vez saiu perdendo”, afirmaram.

De modo que o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) ainda no programa afirmou que “se o Vitória não pode jogar no seu estádio então nenhum outro time do Campeonato Pernambucano poderá. Ele manda no estádio, que não deveria que é público. No futebol neste momento quem manda sou eu,” disse Carlos Oliveira. O Vitória tem sua próxima jogada para o dia 20 de agosto contra o Decisão.


Fonte: Diretodoponto.com.