• Ceclin
dez 19, 2018 0 Comentário


Prefeitura de Moreno estimula criação de uma cooperativa de catadores de material reciclável

programa que abrange 33 prefeituras e tem como objetivo a formação de cooperativas de reciclagem. Foto: HAMILTON ROCHA/Divulgação

Programa abrange 33 prefeituras e tem como objetivo a formação de cooperativas de reciclagem. Foto: Hamilton Rocha/Divulgação

Na manhã da terça-feira (18.12) aconteceu a solenidade de conclusão da capacitação para os catadores de material reciclável. A iniciativa foi da Prefeitura do Moreno, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, em parceria com o Governo do Estado e Recicat. No evento, estavam presentes vereadores, representantes do Governo Municipal e os facilitadores do curso.

Idealizado pela Economia Solidária, 45 catadores participaram do curso com duração de 10 dias. O objetivo do projeto foi promover a criação de uma cooperativa de catadores na cidade. Segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, cada município deve implantar o seu próprio Plano Municipal de Resíduos Sólidos (PMRS), em seguida colocar a operação da coleta seletiva na mão das cooperativas de catadores.

Nesses dez dias de curso, os catadores de reciclagem participaram de aulas externas, na Cooperativa Coopagres, no Recife, visitaram o Aterro Sanitário de Caruaru e a Usina de Compostagem Lógica Ambiental, no Curado. A coordenadora do projeto dos catadores e assessora Técnica da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Moreno, Jaqueline Oliveira, comentou sobre a importância das aulas externas. “Criamos diversas aulas para não ser algo monótono e as atividades fora da sala de aula, permitiram aos catadores uma vivência prática do conteúdo que eles viram no curso. Essas experiências fora da sala fizeram com que eles conhecessem outros métodos e pudessem viver a prática”, afirma Jaqueline.

O curso disponibilizou materiais práticos, que incluíam todos os equipamentos de proteção individual (EPI), para a proteção dos trabalhadores. O curso teve a parceria com o Recicat, programa que abrange 33 prefeituras e tem como objetivo a formação de cooperativas de reciclagem.

A secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Vera Letícia, falou sobre a satisfação e gratidão em poder realizar esse curso em Moreno. “Quando vimos que só teríamos duas vagas para o curso, corremos, fomos atrás para conseguir mais vagas e fechamos uma turma de 45 pessoas. É muito gratificante ver esses guerreiros caminhando para um novo momento de suas vidas e nós agora vamos lutar para a implantarmos a cooperativa”, disse a secretária.

A capacitação teve o apoio do Ministério do Trabalho, da Secretaria Estadual do Trabalho e da Prefeitura do Moreno. Os catadores receberam kits com materiais apropriados para o trabalho, disponibilizados pelo Governo do Estado. A catadora Lucicleide Alves vibrou ao falar sobre a experiência no curso. “É da reciclagem que tiramos nosso pão diário, somos guerreiros e esse curso só veio para somar e muito em nossas vidas”, afirma Lucicleide.