Ceclin
ago 23, 2012 0 Comentário


Prefeitura de Gameleira não paga e energia é cortada

Da Folha de Pernambuco

Falta de pagamento. Este foi o motivo que levou a Celpe a cortar, na manhã de ontem, a energia elétrica no Mercado Público e nas Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação do Município de Gameleira. Apesar de o serviço ter sido restabelecido à tarde, o fato gerou uma imagem negativa num momento de efervescência eleitoral. A companhia energética informou que só fez a religação depois que a Prefeitura fez acordo para saldar o débito.

O prefeito José Severino Ramos (PSB) alega que houve um equívoco da Celpe quanto ao cálculo do débito, que prejudicou as negociações iniciais e culminou na suspensão do pagamento por parte do Governo Municipal. “Ocorreu uma divergência no cálculo das contas. A Celpe afirmava que nós devíamos R$ 70 mil, mas temos registro de um débito de R$ 35 mil. Isso vem de um débito da gestão anterior que foi sendo empurrado com a barriga”, contou o socialista.

O fato foi comunicado à imprensa pela candidata a vereadora Renata Martins, depois que uma moradora disse que não foi atendida na Secretaria da Saúde porque não havia energia elétrica. “A denúncia chegou até mim através dos próprios moradores, que juntaram fotos e vídeos da situação toda”, afirmou Renata.

O prefeito rebateu, minimizando o problema e dizendo que o período que se ficou sem energia nesses locais foi muito curto. Segundo ele, os adversários estavam tentando transformar um acontecimento comum em fato político.