Ceclin
abr 30, 2020 0 Comentário


Prefeito de Gravatá reduz 20% do seu salário e dos comissionados por três meses

Joaquim Neto

A medida vale para os meses de abril, maio e junho

Diante da  pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) que também atinge a economia do Município de Gravatá, no Agreste do Estado, o prefeito Joaquim Neto (PSDB) anunciou, na noite desta quinta-feira (30/04), por meio de uma coletiva de imprensa realizada pela internet, a redução de 20% dos salários do prefeito, do vice e dos cargos comissionados, a exemplo dos secretários e diretores. A medida vale para os meses de abril, maio e junho.

O chefe do Executivo lembra que o corte não atinge os profissionais da Saúde e alguns funcionários da Guarda Municipal, que também estão atuando na linha de frente no combate ao vírus. “A medida vai gerar uma redução de R$ 400 mil por mês e R$ 1 milhão e 200 mil durante os três meses”, disse Joaquim Neto. “Aqueles que recebem abaixo de R$ 1.200,00 ao mês não terão redução salarial”, atentou o prefeito. O Município teve queda na arrecadação de mais de 40%.

O contrato de fornecedores também sofrerá redução de 25%. Durante a coletiva, o Prefeito ainda comunicou o cancelamento dos próximos eventos como o São João e o Festival Virtuosi.

Para os taxistas e mototaxistas, a gestão anunciou que o alvará para o ano de 2020 será isento. A taxa de iluminação pública para mais de 25 mil famílias gravataenses também será isentada nos próximos três meses. O benefício é válido para consumo de até 220kWh/mês.

O prefeito também encaminhou à Câmara de Vereadores um decreto que prorroga os descontos nos tributos municipais para o dia 30 de maio e o ISS até 30 de junho. Os tributos que tiverem vencimento em 2019 ou anos anteriores, poderão ser pagos com descontos de até 100% em juros e multas.