• Ceclin
set 17, 2015 0 Comentário


Prefeito de Gravatá é absolvido de denúncias feitas durante as eleições de 2012

391-300x292O Recurso Eleitoral impetrado pelo ex-prefeito Joaquim Neto de Andrade Silva (PSDB) durante as eleições de 2012 em desfavor do atual prefeito Bruno Martiniano Lins (então no PTB) candidato pela Frente Popular de Pernambuco, ao lado dos candidatos Rafael Prequé (PSB) e o Ivan Simões de Medeiros (PTB), vice-prefeito e vereador, respectivamente, foi negado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE).

O Processo no formato AIJE – RE Nº 416-75.2012.6.17.0030 investigava a  denúncia feita  sobre possível abuso de poder econômico durante o pleito eleitoral. O denunciante apresentou prováveis evidências da construção de calçamento no Bairro Alpes Suíço, região periférica de Gravatá.

A Justiça informou no último dia 08 de setembro, no Acórdão, que houve falta de provas suficientes para a condenação do atual prefeito e demais envolvidos no processo. A captação ilícita de sufrágio do ponto de vista jurídico, requeria provas mais robustas para a sua comprovação. Os desembargadores por unanimidade acordaram em não dar mais continuidade ao processo e optaram pela arquivação.

do Gravatá Notícias