Ceclin
jun 01, 2011 0 Comentário


Prefeito de Escada não compareceu à audiência do “Escândalo do Limão”, em Primavera

Por Edmundo Fernandes
Aconteceu no início da tarde dessa terça-feira (31), na Vara Única da Comarca de Primavera, mais uma audiência para ouvida de testemunhas no chamado “Escândalo do Limão”. As quatro testemunhas foram apresentadas pela defesa.
Compareceram os réus José de Siqueira Bernardo, Heraldo José Reis, bem como os irmãos Jadeíldo Gouveia da Silva, João Gouveia da Silva, Jaceílda Gouveia da Silva, Jânio Gouveia da Silva, José Gonçalves Soares e Josaíldo Gouveia da Silva. O prefeito de Escada, Jandelson Gouveia da Silva, bem como Oriosvaldo Oliveira Barbosa Lima, também réus no processo, não compareceram.
As testemunhas, em uma nota só, afirmaram desconhecer qualquer envolvimento dos réus no esquema fraudulento que envolveu desvio de recursos do Pronaf através de aquisição de empréstimo junto ao Banco do Nordeste de Vitória de Santo Antão.
Esta parece ter sido a quarta audiência realizada entre as Comarcas de Primavera e Amaraji para ouvida de testemunhas sobre o escândalo. O processo, no qual figura como autor o Ministério Publico Federal, continua tramitando.


Com relação a CPI DOS TERRENOS instalada pela Câmara de Vereadores de Escada para investigar uma suposta distribuição de terrenos públicos a pessoas ligadas ao Prefeito Jandelson Gouveia, acontece nesta quarta-feira (1º) a audiência na CPI para ouvir o prefeito.
Contudo, o gestor de Escada conseguiu um “Salvo-conduto” perante ao Tribunal de Justiça de Pernambuco que o desobriga em responder as perguntas que possam prejudicá-lo.
(Portal Escada.com)