Ceclin
dez 15, 2009 0 Comentário


Prefeito de Carpina na mira do governo

O governador Eduardo Campos (PSB) recebe hoje em seu gabinete o prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PSDB), um dos principais aliados do senador Sérgio Guerra (PSDB) e da deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB).
Oficialmente, a pauta da reunião é administrativa, mas nos bastidores a versão é outra. Segundo fontes, a ida de Botafogo ao Palácio do Campo das Princesas, a primeira desde que Eduardo assumiu o comando do estado, seria para costurar uma futura aliança política. A intenção dos governistas é ocupar o espaço perdido em Carpina depois que o ex-prefeito da cidade, Carlos Lapa (PP), rompeu com os socialistas e passou a criticar a gestão.

No município, Lapa é adversário histórico de Manuel Botafogo. Apesar disso, declarou publicamente que votará na reeleição de Sérgio Guerra e Marco Maciel (DEM) em 2010. Na sexta-feira passada, ao convidar para o seu aniversário os senadores Sérgio Guerra, Marco Maciel e Jarbas Vasconcelos (PMDB), o ex-socialista deu mais um sinal de que está disposto a caminhar com os adversários de Eduardo na campanha do próximo ano. Guerra e Jarbas não compareceram, mas Maciel prestigiou o evento.

A indignação de Lapa com o governo também estaria ligada ao fato do filho de Botafogo (Josafá) ter se filiado ao PDT para disputar a eleição de deputado estadual. O governo, por sua vez, não gostou da aproximação do ex-aliado com os oposicionistas. Além disso, a deputada estadual Carla Lapa (PSB) não teria correspondido à expectativa do Palácio quando assumiu a liderança do partido na Assembleia Legislativa. Ao contrário disso, anunciou que não disputará a reeleição no próximo.

A divergência entre Lapa e Botafogo, portanto, caiu como um luva para o trabalho dos governistas com a intenção de fortalecer o palanque de 2010. Segundo informações de bastidores, o próprio prefeito fez chegar a Eduardo, por meio de interlocutres, a informação de que não ficará no mesmo lado que Lapa estiver e, sim, do lado contrário, caso a aproximação dele com Jarbas, Maciel e Sérgio se consolide. O mesmo sentimento Carlos Lapa diz ter em relação ao adversário, quando a possibilidade é de o prefeito fechar acordo político com Eduardo.

O cortejo dos governistas ao prefeito de Carpina acontece num momento em que o senador Sérgio Guerra tem reclamado de que suas bases eleitorais estão sendo invadidas pelos adversários.
(Diário de Pernambuco).