Ceclin
jul 19, 2016 0 Comentário


Prefeita de Primavera vai enfrentar múltiplas candidaturas de oposição

politicos em Primavera-horz

O município de Primavera, na Mata Sul de Pernambuco, é mais uma das localidades do Estado que tem como característica a disputa oligárquica pelo poder. Nas eleições para Prefeito, a cidade se divide entre aqueles que estão a favor do sucessor da atual gestão, e dos seus antigos adversários que tentam voltar novamente à administração. Porém, neste ano, Primavera deverá ter múltiplas candidaturas a Prefeitura. Para enfrentar a reeleição da atual prefeita Naza Pão com Ovo (PSB), que deverá ter seu nome confirmado pelo partido como candidata, já se encontram na oposição Dayze Juliana (PDT), Eudo Júnior (PR), Alexandre Lins “Xandeco” (REDE), Emerson (PHS), Nega (PV) e Beto Bike (PMN).

Por sua vez, o cientista político e jornalista Alexandre Lins, que possuí raízes familiares na região, pretende entrar na disputa e, segundo ele, “afastar de vez o velho jogo político”. “Há dois grupos políticos que se revezam há 20 anos e que já não são mais acreditados pela população. Existe um vácuo de lideranças hoje em Primavera, a expectativa de vitória de um é sempre atrelada à má administração e aos erros de outro. A linguagem da eleição é sempre compra de votos e promessas de benefícios. Não se discute gestão ou o que deve ser feito pela vida das pessoas”, criticou Alexandre Lins, que é filiado à Rede Sustentabilidade. Apesar da pouca idade, 25 anos, Alexandre já tem experiência em disputas eleitorais. Ele trabalhou nas campanhas do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), em 2012, e do governador Paulo Câmara (PSB), em 2014. Além disso, ele foi funcionário da ONG Vetor Brasil, atuando como gestor na área de planejamento do Governo de Goiás.

Outro que se coloca na disputa, empresário Alberto Rodrigo (PMN), popularmente conhecido como Beto Bike, é atualmente o presidente do Partido da Mobilização Nacional, na pequena Primavera. O partido teria dado sinal verde para uma possível candidatura dele a majoritária, num quadro partidário que já conta com sete pré-candidatos a prefeito.