• Ceclin
jan 18, 2012 0 Comentário


Prefeita de Agrestina rechaça denúncias de vereador

Folha de Pernambuco

A prefeita do município de Agrestina, Carmem Miriam (PT), por meio de uma nota rechaça as acusações do vereador Gordo de Zelito (PP). “O vereador demonstrou total desconhecimento do Regimento Interno da Câmara, já que todas as respostas do Poder Executivo foram encaminhadas dentro do prazo exigido pela Casa Legislativa”, esclarece a nota. “A Prefeitura tem em seus arquivos os documentos que comprovam que as respostas foram protocoladas pelos funcionários da Câmara dentro do prazo correto”, garantiu a prefeita.

Entre as acusações feitas por Zelito, constam que a gestão de Carmen Miriam impede o regular funcionamento da Câmara Municipal; desatende, sem motivo justo e comunicado no período de 30 dias, as convocações ou os pedidos de informação da Câmara; e deixa de apresentar, no devido tempo e em forma regular, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Plano Plurianual (PPA). A prefeitura rebate, e garante que a Lei Orçamentária Anual, a LOA, já foi votada e aprovada na Câmara Municipal dentro do prazo e conforme os trâmites legais.

O que acontece em Agrestina, de acordo com a gestora, é uma antecipação das eleições deste ano. “Os vereadores da oposição querem antecipar a corrida política tentando afetar o nosso governo. Eles têm utilizado as últimas sessões na Câmara como palanque eleitoral, tentando impedir os avanços do município”, acusou a petista.