Ceclin
ago 12, 2011 1 Comentário


Possível ida de João Paulo ao PCdoB talvez seja um "xeque mate"

Deputado João Paulo sinaliza sua ida ao PCdoB que poderá desembocar possivelmente em uma aliança mais à frente com o Senador Armando Monteiro sob o aval do Prefeito de Olinda Renildo Calheiros

Todas essas costuras que antecedem o pleito eleitoral de 2012 relata uma cena inusitada que ocorreu nas últimas eleições, onde PCdoB e o PTB caminhavam como “gatos siameses” em Pernambuco.

Pensando desta forma e vendo pela imprensa a troca de gentilezas entre o Senador Armando Monteiro (PTB) com o Deputado Federal João Paulo (PT), articulações até então não concretizadas, fica-se a observar o quão era esperado a ida de João Paulo para o PCdoB, pois nesta linha de raciocínio, o PCdoB teria um forte candidato para disputar as eleições de 2012 na Prefeitura da Cidade do Recife, tendo o apoio do então senador Armando Monteiro que indicaria possivelmente o vice. Com isso o próprio Armando ganharia um aliado de força, para sua tão sonhada conquista ao Governo de Pernambuco em 2014, até por que o próprio João Paulo seria um grande nome para a disputa, podendo quem sabe atrapalhar a candidatura do Senador ao Palácio do Campo das Princesas.

Armando Monteiro na cautelosa inversão dos papeis, articula o PCdoB indicando o Vice, e o mesmo PCdoB entrando na rota dos 90 anos de existência, teria a possibilidade de em 2022 lançar seu candidato ao Governo de Pernambuco e obter êxitos.

Porém, tanto o PCdoB quanto o PTB não pensaram no tamanho do problema que os mesmos poderão ter ao ir de encontro aos projetos do Governador Eduardo Campos (PSB) e do próprio PT do prefeito João da Costa, para a Prefeitura do Recife, ficando assim uma grande interrogação para a Frente Popular no Recife, visto dessa forma, cabe a pergunta: quem ganha mais… o PCdoB com João Paulo ou Armando com João Paulo fora de uma disputa ao Governo do Estado em 2014?

por Gilberto Júnior,

Colunista do Blog.