Ceclin
jun 18, 2010 1 Comentário


Ponte do Galucho liberada. Já passam de 500 desabrigados

Imagens do Rio Tapacurá que corta a cidade
Foto: Divulgação

A ponte que dá acesso a Vitória de Santo Antão também foi acometida por fortes correntezas causadas pela elevação súbita do Rio Tapacurá. Este mesmo rio continuou com o rastro de destruição e, somando-se ao deslizamento de 11 barreiras, deixou 130 famílias desabrigadas em Moreno.
A ponte que dá acesso à cidade para quem vem do Recife foi liberada no início desta tarde (18), ela havia sido interditada pela PRF, PM e Bombeiros já que em outra cheia ela desmoronou. O acesso ao centro de Vitória pode ainda ser feito pela BR-232, no retorno próximo à bifurcação da fábrica da Pitú.

O cenário é de calamidade em várias cidades e já há confirmação da inclusão, na lista de emergência definida pelo Governo do Estado, de Barra de Guabiraba, no Agreste, Cortês e Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Catende, Amaraji e Belém de Maria também podem ser incluídas na relação, que será definida nesta tarde e publicada no Diário Oficial deste sábado.
O Governador Eduardo Campos (PSB) sobrevoou nesta manhã por Vitória de Santo Antão e convocou uma reunião do Gabinete de Crise para esta tarde.

De acordo com o secretário de Governo da Vitória, Ozias Valentim, já são cerca de 500 desabrigados. 60 famílias estão alojadas em cinco escolas públicas do município. Entre elas o Colégio Municipal 3 de Agosto, Pedro Ribeiro e a Escola da Vila União.

por Lissandro Nascimento.