• Ceclin
mai 08, 2019 0 Comentário


Polícia Civil prende suspeitos de tráfico de drogas em Moreno

Homem preso durante a Operação Vigilância é encaminhado à sede do Denarc, no Recife, nesta quarta-feira (8) — Foto: Reprodução/PCPE

Homem preso durante a Operação Vigilância é encaminhado à sede do Denarc, no Recife, na quarta-feira (8) — Foto: Reprodução/PCPE

Mulher e adolescente suspeitas de armazenar entorpecentes estão entre alvos. Grupo também tem ligação com homicídios cometidos no Grande Recife.

Por G1 PE

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (08/5), a Operação Vigilância, suspeitos de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas com atuação no Grande Recife. Ao todo, foram cumpridos três mandados de prisão e outros sete de busca e apreensão pelo juiz da Comarca de Moreno. Outros dois mandados de prisão foram cumpridos para pessoas que estavam no sistema prisional. Além do tráfico de drogas, a polícia investiga a relação do grupo com homicídios.

Entre os alvos da ação desta quarta, estavam uma mulher e uma adolescente. “A principal atuação das mulheres nessa organização era armazenar entorpecentes e repassá-los posteriormente”, aponta o delegado Cláudio Castro.

O chefe da quadrilha já estava preso, mas continuava dando ordens para o grupo criminoso. “Era um grupo bastante violento. O chefe já havia sido preso em outras circunstâncias. Mesmo recluso, ele continua a traficar, dando as ordens de dentro do sistema prisional”, detalha Castro. Os presos e materiais apreendidos foram encaminhados para a sede do Departamento de Combate ao Narcotráfico (Denarc), no bairro da Boa Vista, região central do Recife.

As investigações começaram em maio de 2018 e seguem sob responsabilidade do delegado João Paulo, ligado à Diretoria Integrada Especializada (Diresp), com apoio da Inteligência da corporação. Com a operação, a polícia espera esclarecer a área de atuação e outros crimes atribuídos ao grupo. Ao todo, foram escalados 50 policiais civis para a ação, entre delegados, agentes e escrivães.