• Ceclin
nov 21, 2018 0 Comentário


Polícia Civil faz operação para prender quadrilha em Palmares

Operação Policial em Palmares PE

A 61ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada ‘Harley Quinn’, foi deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (21/11). O objetivo é desarticular uma quadrilha especializada em homicídio, tráfico de drogas e porte de armas de fogo em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco. As intervenções tiveram palco na comunidade conhecida como “Grota do Bispo Bananal’ no Bairro Santo Antonio e também no Bairro Santo Onofre.

Cumprimento dos mandados
De acordo com as informações da Polícia, as investigações da Operação Harley Quinn foram iniciadas no mês de maio deste ano. Ao total, estão sendo cumpridas 31 ordens judiciais, sendo 24 mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão domiciliar.

Os presos e os materiais apreendidos serão levados para a 13ª Delegacia Seccional de Palmares.

A ação está sendo coordenada pela Diretoria Integrada do Interior 1 (DINTER 1), sob a presidência do delegado Marcelo Henrique. Estão sendo utilizados 108 policiais civis. Mais detalhes serão divulgados ao longo desta quarta-feira.

PRISÕES

Investigações iniciaram desde maio pelos agentes e desarticulou quadrilha envolvida em homicídios e tráfico de drogas. A Operação Harley Quinn, da Polícia Civil, terminou com 13 presos em Palmares. A investigação é sobre uma quadrilha que seria responsável pelo tráfico de drogas na região, homicídios e posse de armas.

Foram presos na operação:

·       Maria Edjane Floriano

·       Jessica Resina Silva

·       Rafaela Floriano Silva

·       Ana Patrícia Floriano Silva

·       Cristiane Lucia da Silva

·       Herodites Maria Francisca

·       Saynara Santana da Silva

·       Iracilda Maria da Silva

·       Jucicleide Alencar da Silva

·       Kassia Alencar da Silva

·       Renata Maria Pereira da Silva

·       Homens

·       Alex Messias da Silva

·       Evair Pereira da Silva

O nome da Operação é uma referência à personagem Arlequina, parceira do vilão Coringa no universo dos quadrinhos da DC Comics. “Trazendo em definição mais ampla, é a companheira do criminoso. A grande maioria [das detentas] tinha vínculo – quando não era afetivo, familiar – com pessoas que já haviam sido presas pela Operação”.Os homens foram levados para o Presídio Rorenildo da Rocha Leão, em Palmares e as mulheres foram levadas para a Unidade do Bom Pastor, em Recife.