• Ceclin
dez 02, 2013 0 Comentário


Polarização entre PT e PSB marca encontro de prefeitos em Gravatá

Foto: Blog do Castanha

No Encontro Estadual de Prefeitos e Prefeitas realizado pelo governo Federal em Gravatá, quem atraiu os holofotes foi o governo do Estado, mesmo com a ausência do governador Eduardo Campos (PSB), que foi representado pelo chefe da Casa Civil, Tadeu Alencar.

O debate ficou dividido entre PT e PSB desde o início das apresentações do presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota (PSB). A sequência dos discursos foi intercalada por defesas e ataques ao governo de Dilma Rousseff (PT).

O evento aconteceu nesta segunda-feira (2), no Hotel Canariu’s, em Gravatá, Agreste do Estado. O local sediou, em fevereiro, o encontro organizado por Eduardo Campos para reunir todos os prefeitos pernambucanos.

No ato de hoje, o que se viu em Gravatá foi uma prestação de contas sobre o que o Governo Federal está fazendo no Nordeste e, em particular, em Pernambuco.

Os prefeitos – cerca de 150 – saíram de Gravatá frustrados, reclamando e muitos deles dizendo-se preocupados em fechar as contas do ano em seus municípios e pagar o 13º salário dos servidores.

O presidente da Amupe foi o protagonista de um duro pronunciamento ao cobrar do Governo Federal providências para que os municípios pernambucanos tenham condições de sair da crise na qual se encontram.

Acompanhe detalhes clicando AQUI. e AQUI