Ceclin
jun 30, 2021 0 Comentário


Poder Público desativa o lixão de Carpina

Fotos cedidas pelo MPPE

Nesta quarta-feira (30.06), foram encerradas as atividades no lixão de Carpina, na Mata Norte pernambucana. O lixo agora será transportado para a Central de Tratamento de Resíduos, em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

No local, ainda pela manhã, foi realizado um “fechamento simbólico” do lixão, quando o Prefeito do Carpina, Manuel Botafogo (sem partido), deu início ao projeto de implantação do sistema de coleta seletiva no Município, após inúmeras intervenções feitas pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Durante coletiva de imprensa na terça (29), Botafogo juntamente com sua equipe de secretários apresentaram as medidas que serão adotadas a partir do fim das atividades desse aterro sanitário. Segundo a Prefeitura de Carpina, a medida irá aumentar a despesa com o manejo do lixo em cerca de R$ 500 mil, além de R$ 20 mil mensais que estão sendo repassados para a cooperativa de catadores.

Ainda segundo a gestão municipal, os catadores estão passando por avaliação médica e processo de orientação pedagógica, além de atualização do ciclo vacinal, incluindo o imunizante contra a Covid-19.