Ceclin
jul 15, 2011 1 Comentário


PM reformado é um dos doze presos pela Operação Everest

Pe360graus.com

O policial militar reformado Jaílton Antônio da Silva Azevedo, 44 anos, é um dos 12 presos pela operação Everest, deflagrada nesta sexta-feira (15) por 140 policiais civis e militares, nas cidades de Gravatá, Carpina, Olinda, Recife e Jaboatão. Os suspeitos são apontados como os principais líderes do tráfico de drogas em Pernambuco.

De acordo com a polícia, a quadrilha é especializada em vender pedras de crak e estava sendo investigada há nove meses. O PM reformado, que trabalhou na Rádio Patrulha, seria responsável em conseguir armas para os traficantes e também ajudava na proteção da quadrilha.

Durante as prisões, a polícia apreendeu 4 quilos de cocaína e mais de R$ 50 mil em dinheiro. Os 12 presos foram levados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE) (foto), no bairro do Cordeiro.

Osvaldo Moraes, diretor geral de Operações da Polícia Civil, disse que, nos últimos nove meses, outros 39 integrantes dessa quadrilha foram presos e estão nos presídios de Pernambuco. Com esses acusados, a polícia conseguiu encontrar 102 quilos de maconha e 125 quilos de pasta base de cocaína – o que representa 1,5 milhão de pedras de crack a menos nas ruas da Região Metropolitana.