• Ceclin
mai 07, 2018 0 Comentário


Plenárias do SINTEPE sobre o SASSEPE ocorrerão em Vitória, Caruaru e Salgueiro

Fernando Melo Sintepe

Um dos princípios que rege o Sassepe é a sua autonomia em relação à Agência Nacional de Saúde (ANS). Esse princípio, inclusive, estabelece que o sistema tenha uma legislação estadual específica e não fique à mercê da ANS, que normalmente favorece as operadoras em detrimento do público. Como consequência da adoção desse princípio, o Sassepe se estabelece como Sistema e não como Plano de Saúde.

A discussão nas Plenárias vai girar em torno dos descontos relativos ao Sassepe nos contracheques dos beneficiários com dois vínculos. O sindicato realizará ainda quatro plenárias (Salgueiro, Vitória, Caruaru e Região Metropolitana do Recife) para aprofundar o debate com a categoria e uma Assembleia para deliberar sobre o assunto. Os trabalhadores em educação reconhecem a importância do Sistema para saúde dos servidores do Governo de Pernambuco e defenderam sua valorização. Os trabalhadores pontuam ainda as fragilidades do Sassepe nos setores de fisioterapia em todo o Estado, pediatria e odontologia nas agências do interior, oncologia considerando o aumento da demanda em todo o Estado e a precariedade estrutural das agências do interior. Entretanto, mesmo com esse cenário, os servidores reafirmam a importância do Sistema e que a contribuição do Sassepe é menor do que os valores pagos aos planos de saúde.

Plenárias do SINTEPE sobre o SASSEPE

Vitória de Santo Antão: 10/05/18 – 09h
Auditório do Colégio Nª Sra da Graça. R. Melo Verçosa, 409 –
Matriz – Vitoria de Santo Antão.

Caruaru: 10/05/18 – 15h
Local: CEL(Câmara dos Dirigentes Logistas) – Rua
Floriano Peixoto, 85 – Nª Sra das Dores – Caruaru.

Salgueiro: 17/05/18 – 15h
Local: Escola Carlos Pena Filho – Rua Getúlio Vargas, 326 – Nª Sra Aparecida – Salgueiro.

ARROMBAMENTO E ROUBO

A Escola Poeta José Raulino Sampaio, em Petrolina (Sertão), funciona em três turnos e vive uma situação de muita insegurança e muito medo. Desde outubro de 2017, a escola vem sendo vítima de vários arrombamentos, roubos e ações de vandalismo. Nesse período, já foram registrados nove
arrombamentos, sendo o último no feriado do Dia do Trabalhador. Foram roubados dois ventiladores, computadores e merenda (incluindo carne e frango).

No último arrombamento, os assaltantes espalharam alimentos como molho de tomate, margarina e farinha, entre outros, em toda escola.  Ainda colocaram produtos inflamáveis em algumas salas e atearam fogo, queimando aparelhos de ar condicionado e instalações elétricas.

As aulas foram suspensas no dia 02 pela falta de condições de funcionamento da escola. A comunidade escolar sente-se insegura e cobra ações de Governo, para que assegurem tranquilidade e segurança na Escola Poeta José Raulino Sampaio.

A Escola Seráfico Ricardo, em Limoeiro (Agreste), também foi vítima de assalto no último dia 1º de maio. O assaltante arrombou duas portas e levou um botijão de gás, merenda e quatro facas peixeira.

Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco – SINTEPE