Ceclin
fev 21, 2020 0 Comentário


Plantão de Notícias: Homicídios em Escada, Gravatá e Vitória

Mais um homicídio ocorre em Dr. Alvinho em Vitória de Santo Antão

Na manhã desta sexta-feira pré-carnavalesca, 21 de fevereiro, a comunidade de Dr. Alvinho, no Centro da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, ocorreu uma execução por disparos de revólver vitimando um homem inicialmente identificado como Edson José da Silva, apelidado de “Meu”, de 31 anos, que foi morto com tiros na cabeça em plena via pública da localidade. Informações iniciais atestam que ele estava foragido do sistema prisional desde junho do ano passado e foi apontado por populares de cometer pequenos furtos no centro comercial da cidade. Dr. Alvinho também chegou a ser palco de outro homicídio no último dia 07 de janeiro, quando vitimou um rapaz de 24 anos.

Em Gravatá, jovem executado após sair de bloco carnavalesco 

Um homicídio ocorreu na madrugada desta sexta-feira (21/02), no Bairro do Cruzeiro, em Gravatá, no Agreste do Estado, quando um jovem de 19 anos identificado por Vinícius Alves de Oliveira foi alvejado por cinco disparos de arma de fogo. Ele foi surpreendido quando estava a caminho de casa voltando do desfile de um famoso bloco carnavalesco da cidade. Segundo relatos, a vítima quando adolescente foi detido por ato infracional. O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Recife.

Em Gravatá, mulher mata namorada do ex-companheiro a golpes de faca peixeira

Maria de Fátima Belarmino Soares, 33 anos

Na manhã da quinta-feira (20/02), a comerciante Maria de Fátima Belarmino Soares, 33 anos (foto), cometeu um homicídio na Feira Livre do Centro de Gravatá, vitimando Niedja Helena da Silva, 29, atingida com quatro facadas, vindo a óbito no hospital local. Ambas trabalham na feira. Segundo a Polícia, Fátima praticou o crime devido ao ex-companheiro ter colocado a vítima na casa em que moram, mesmo contra sua vontade, sem aguardar o divórcio oficial. A ré confessa foi presa em flagrante pela Equipe da Guarda Municipal de Gravatá quando tentava fugir do local do assassinato.  “Eu não estava mais agüentando isso, ela já estava com a moto que eu havia comprado junto com ele, com muito suor do meu rosto, agora não sei o que fazer da minha vida, tenho dois filhos, e um é especial, só penso nos meus filhos”, desabafou na Delegacia local.

Preso homem que matou outro no Centro de Gravatá

Willian Bezerra da Silva Amaro, 26 anos

Policiais Militares da 5ª CIPM prenderam no inicio desta semana o autor do crime de homicídio ocorrido na Rua Conselheiro Bezerra de Carvalho, no Centro de Gravatá, na última segunda-feira (17/02). Carlos Eduardo de Lima “Chumbinho”, de 20 anos, matou com disparos de arma de fogo o ex-presidiário Willian Bezerra da Silva Amaro, 26 anos (foto), na saída de uma casa de shows da cidade. Chumbinho, também ex-presidiário, foi indiciado por homicídio na Delegacia de Plantão da 62ª Circunscrição de Gravatá, e logo seguiu para o sistema prisional onde aguarda decisão da Justiça.

Em Escada, operador de usina é morto no Bairro Riacho do Navio

Ezequiel Antonio de Santana

Um assassinato cometido a tiros de revólver ocorreu na noite da quarta-feira (19/02), no Bairro Riacho do Navio, em Escada, na Mata Sul. Ezequiel Antonio de Santana apresentava lesões na região da cabeça. Segundo a Polícia, ele estava acompanhado por amigos num bar e ao sair voltando para sua casa foi assassinado. Ezequiel trabalhava como operador de máquina na Usina Bom Jesus e nunca teve qualquer problema com vizinhos ou amigos, relatou parentes. O corpo da vítima foi recolhido por um veículo da Prefeitura de Escada e seguiu para o IML de Recife. A ocorrência foi registrada como homicídio consumado no Plantão da 12ª Delegacia de Vitória de Santo Antão.

Em Chã Grande, homem é preso acusado de estuprar a própria filha

A Delegacia da 67ª Circunscrição em Chã Grande, na Zona da Mata, cumpriu na última terça (18/02), sob o comando do Delegado Paulo Roberto Viana Lapenda, o Mandado de Prisão Preventiva exarado pela Vara Única da Comarca de Chã Grande, envolvendo Manoel Aureliano Gonçalves da Silva, vulgo “Neco” acusado do crime de estupro de vulnerável contra uma menor de idade. Segundo o Delegado, ele é pai da garota vítima do estupro. Neco foi denunciado e as investigações comprovaram a prática do crime. O acusado seguiu para o Presídio de Vitória de Santo Antão, onde ficará a disposição da Justiça.