Ceclin
abr 18, 2011 0 Comentário


Plantão de Notícias

Caminhão carregado de sabão em pó tomba na Serra das Russas

Por volta das 9h30 da manhã desta segunda-feira (18), um caminhão da Empresa Multi de Caruaru, de placa KHN-8375, carregado com sabão em pó, tombou no acostamento da BR 232, KM 64, na Serra das Russas, altura do Município de Pombos, Zona da Mata Sul de Pernambuco.

O condutor do veículo, Rubens Domingos da Costa, 46 anos, ficou preso nas ferragens do caminhão. Com a chegada do Corpo de Bombeiros, ele foi socorrido para emergência do Hospital João Murilo de Oliveira em Vitória de Santo Antão.

Devido ao transtorno na rodovia, há poucos metros do local um veículo Troller vindo de Salgueiro, no Sertão do Estado, se chocou na traseira de um coletivo da Transportadora Progresso LTDA, na colisão ninguém ficou ferido.

O trecho ficou bastante escorregadio por causa do sabão em pó que se espalhou e das chuvas que caíam a todo momento. A Polícia Rodoviária Federal esteve controlando o tráfego durante toda a manhã.

Em nota, a PRF divulgou que não se sabe ainda o motivo do acidente, se foi falha humana ou mecânica.

Colisão entre veículo e motocicleta deixa uma pessoa gravemente ferida

Uma colisão envolvendo um veículo Peugeot de placa PES-5413, e uma motocicleta Bross de cor preta de placa KHB-5790, foi registrado às 11h30 de hoje (18), na BR 232, próximo a entrada do Município de Pombos.

De acordo com testemunhas que presenciaram o acidente, o motorista do veículo bateu na traseira da motocicleta, que pertence a Empresa Porto Seguro, e estava sendo conduzida pelo Técnico em Segurança Evandir da Silva, 43 anos, que trafegava com destino a Garanhuns, no Agreste pernambucano.

A vítima ficou cerca de 30 minutos esperando pelo socorro, estendido às margens da rodovia.
O Corpo de Bombeiros quando chegou ao local, deu procedência aos primeiros atendimentos, removendo a vítima para a emergência do Hospital João Murilo, em Vitória.

De acordo com o boletim médico divulgado, Evandir da Silva, sofreu escoriações nas duas pernas.

Por Emerson Lima.