Ceclin
nov 10, 2017 0 Comentário


Plano Municipal de Desenvolvimento Rural será implantado em Moreno

Moreno vai ganhar Plano Municipal de Desenvolvimento Rural 09.11.2017

A Prefeitura do Moreno apresentou, na quarta-feira (08.11), a metodologia de criação do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Representantes do Governo Municipal, Sindicatos e Conselhos Rurais, Bancos do Brasil e Nordeste, Adagro e Ipa participaram da reunião no Casarão Catende.

O fortalecimento da agricultura familiar e a identificação das vulnerabilidades e potencialidades das atividades produtivas, agroindustriais, ambientais, turísticas e comerciais estão entre as diretrizes que compõem o plano. Também se destacam o acesso ao crédito, a melhoria das vias de acesso, a comercialização da produção e a inclusão dos jovens e das mulheres nas atividades produtivas da zona rural.

A discussão com a área rural do município do Moreno para elaboração do plano se dará através da realização de oficinas para desenvolvimento do DRT (Diagnóstico Rural Participativo), em diversas comunidades divididas em polos. No total, mais de 1.500 famílias vão participar dos encontros. “As oficinas vão ter metodologias de trabalhos em grupo que vão permitir a construção coletiva do plano”, explica Alcineide Nascimento, consultora que está suporte metodológico para elaboração do plano.

Com o plano em ação, a Prefeitura do Moreno espera ter um diagnóstico da agricultura familiar no município e uma política de investimentos para o segmento, além de uma gestão compartilhada com as organizações da sociedade civil. “Diante da realidade que temos é importante que a gente possa planejar qual é o futuro que queremos para a zona rural de Moreno, independente da gestão que esteja à frente do município. Para isso, o plano deve ser transformado em lei municipal”, disse Aelço Fernandes, gerente de Produção Rural do Moreno.

O prefeito Vavá Rufino (PTB) disse que a participação de diversos segmentos para a construção do plano é positiva porque dá legitimidade ao que está sendo proposto. Ele lembrou que 12% da população do município vive na área rural e é preciso um olhar diferenciado para quem depende do campo para sobreviver. “É preciso melhorar a qualidade de vida de quem vive no campo e produz. O plano visa buscar esse caminho”, disse Vavá Rufino.

da Assessoria