Ceclin
nov 13, 2008 0 Comentário


Piano de Arthur Moreira Lima chega a Vitória nesta sexta

Depois de percorrer 10 das 12 cidades pernambucanas que fazem parte do roteiro do projeto Um Piano pela Estrada- Brasil Sertões, o pianista Arthur Moreira Lima chega a Vitória de Sto. Antão nesta sexta-feira.

Inédita no País, a idéia foi cruzar 13 estados do sertão brasileiro dentro de um caminhão-teatro, levando seu próprio palco e piano para apresentar, com mobilidade, músicas eruditas e clássicos da MPB, a uma população que dificilmente teria acesso a esse tipo de manifestação cultural. No repertório, estão composições de Bach, Beethoven, Chopin, Villa-Lobos, Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Luiz Gonzaga.
Os concertos são sempre ao ar livre e têm entrada franca. A jornada começou em maio de 2002 e já realizou vários roteiros, como o São Francisco – Um Rio de Música, em 2003, e o São Paulo 450 Anos, em 2004, totalizando 205 concertos. Em 2008, o projeto faz o roteiro “Brasil Sertões”, passando pela Bahia, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe e pelo Distrito Federal, além de Pernambuco. No total, serão 60 apresentações.
O projeto conta ainda com a ação Um Sorriso pela Estrada. A iniciativa leva a alunos de escolas públicas dos municípios visitados uma programação educativa sobre a saúde geral e bucal. No encontros, a equipe oferece palestras e demonstrações práticas, além de kits de higienização.
Em Pernambuco, a turnê já passou por Garanhuns, Arcoverde, Belém do São Francisco, Petrolina, Ouricuri, Salgueiro, São José do Egito, Casinhas, Caruaru, Vitória de Santo Antão (21). Depois da capital, o destino será a cidade de Goiana, no dia 18 deste mês. No estado, a ação conta com apoio da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

O artista – Considerado um dos melhores pianistas do País, o carioca Arthur Moreira Lima começou a estudar música aos seis anos de idade, e já aos nove tocou um concerto de Mozart com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Precoce, o intérprete estudou em Paris e em Moscou e ganhou importantes concursos internacionais, como o Concurso Chopin de Varsóvia, o Concurso de Leeds, na Inglaterra, e o Tchaikovsky, em Moscou.
Além de interpretar grandes nomes da música clássica, a exemplo de Bach, Beethoven e Mozart, Arthur Moreira Lima é reconhecido pelo seu trabalho de resgate das raízes culturais brasileiras, com releituras de Villa-Lobos, Ernesto Nazareth e Pinxinguinha. Com mais de 50 anos de carreira, o músico já gravou nos Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Japão, Suíça, Bulgária e Polônia.

Da Redação do diariodepernambuco.com.br