• Ceclin
ago 25, 2008 1 Comentário


Pessoas invisíveis

Pessoas Excepcionais: 8ª Semana da Pessoa com Deficiência acontece em Pernambuco.

Seria impossível não enxergar 24 milhões de brasileiros? E desses, para quem mora no Estado, 1,3 milhão de pernambucanos? Infelizmente, para muita gente, incluindo governo, Justiça e cidadãos em geral, essa parcela da população é invisível aos olhos e, pior ainda, carece do básico a qualquer ser humano: respeito.
Os números acima enumeram, segundo o IBGE (último censo, de 2000), o total de brasileiros portadores de necessidades especiais. São cegos, surdos, cadeirantes, amputados e deficientes mentais que lutam, diariamente, para ter o mínimo de condições de levarem uma vida digna, trabalhando, estudando, crescendo profissionalmente, constituindo família.
Infelizmente, esbarram em problemas mínimos, que também atrapalham a vida dos demais, mas que para eles causam prejuízo muito maior: são calçadas esburacadas, ônibus sem equipamento, ruas sem asfalto, falta de sinalização adequada. Problemas banais, que, no entanto, para eles se tornam enormes, verdadeiros obstáculos à vida em comunidade.
Na 8º Semana da Pessoa com Deficiência do Estado, a Revista JC aborda as dificuldades e também vitórias de personagens cuja história pessoal certamente daria um livro. E que bom seria que fossem vários volumes de experiências duras, mas com finais felizes. Boa leitura!

Janaína Lima, editora do Jornal do Commercio.