Ceclin
out 07, 2010 1 Comentário


Pernambuco sedia Congresso Brasileiro de Transplante

Pernambuco recebe o VI Congresso Brasileiro de Transplante de Fígado e Pâncreas. Durante três dias, cerca de 400 participantes no Hotel Summerville, em Porto de Galinhas, para debater as dificuldades e avanço no transplante de órgãos.
A Secretaria Estadual de Saúde (SES) enviará 50 profissionais da CT-PE e de hospitais para participar das discussões. Só em Pernambuco, são cerca de 300 pacientes na fila de espera por fígado, que são transplantados de acordo com a gravidade do caso. Essa é a terceira maior lista de aguardo por órgão, com mortalidade de 20% na fila de espera.
Já o transplante de pâncreas não é realizado no Estado, que aguarda credenciamento do Imip. Esse transplante leva em consideração o tempo de espera pelo órgão. Também é comum o transplante conjugado de rim e pâncreas, beneficiando os doentes renais crônicos. Nesse caso, a busca pelo transplantado é pela lista de rins, que leva em consideração a compatibilidade entre o doador e o receptor.
Segundo dados do Sistema Nacional de Transplantes (SNT/2009), são 124 pessoas esperando por um pâncreas e 4.304 por fígado no Brasil. O Sistema ainda informa que, no primeiro semestre deste ano, foram realizados 84 transplantes de pâncreas e 716 de fígado. Já a Central de Transplantes de Pernambuco computou 54 fígados doados no Estado até agosto deste ano.
Com Informações da Assessoria