• Ceclin
jun 01, 2016 0 Comentário


Pernambuco confirma 358 bebês com microcefalia

14nov2015---a-dona-de-casa-aline-15-com-seu-filho-guilherme-de-um-mes-que-nasceu-com-microcefalia-na-cidade-de-vertentes-pe-pernambuco-e-o-estado-com-mais-casos-de-microcefalia-do-pais-1448929608633_956x500

De 1º de agosto de 2015 até o dia 28 de maio de 2016, um total de 358 bebês tiveram o diagnóstico confirmado para microcefalia. Neste mesmo período, foram notificados 1.982 casos, com 855 (43%) atendendo aos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a malformação e 1.133 descartados. Os números sçao do boletim divulgado na manhã desta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE). Também foram registrados 35 casos de bebês natimortos e 30 que vieram a óbito logo após o nascimento. Destaca-se que nenhum dos casos teve microcefalia como causa básica de morte.

Desde que a notificação de casos de gestantes com exantemas foi tornada obrigatória, no período de 02 de dezembro de 2015 a 28 de maio de 2016, foram notificados 4.285 casos de gestantes com esse quadro clínico. Desse total, 26 possuem detecção de microcefalia intra útero. Em Pernambuco, o Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães/Fiocruz e o Instituto Evandro Chagas confirmaram 164 casos de microcefalia relacionados ao vírus zika por detecção laboratorial. Outros 126 casos deram negativos e quatro foram inconclusivos, totalizando 294 testes realizados.

Diário de Pernambuco