Ceclin
nov 30, 2010 0 Comentário


PE amplia interiorização do ensino superior e profissionalizante


Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, Garanhuns, no Agreste, Ouricuri e Afogados da Ingazeira, no Sertão, são os quatro municípios pernambucanos contemplados com a inauguração nesta segunda-feira (29) de unidades de ensino federais.


As unidades fazem parte de um grupo de 30 escolas federais de educação profissional, 18 já em funcionamento e 12 com previsão para o início de 2011, e 25 campi de 15 universidades federais inauguradas pelo presidente Lula durante cerimônia realizada em Brasília (DF).

Em Vitória de Santo Antão foi inaugurado o Centro Acadêmico da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco. É a segunda unidade da UFPE instalada no interior do Estado. O CAV entrou em funcionamento no dia 21 de agosto de 2006 e possui aproximadamente mil alunos em quatro cursos de graduação: Enfermagem, Nutrição, Licenciatura em Ciências Biológicas e Bacharelado em Educação Física. Para o segundo semestre do próximo ano, está previsto o início do curso de Licenciatura em Educação Física, com 45 vagas no Vestibular 2011.


Em Garanhuns foi inaugurado campus avançado da UFRPE – Universidade Federal Rural de Pernambuco. Em Ouricuri e Afogados da Ingazeira, foram inauguradas unidades do IFES – Instituto Federal de Educação, voltado para a educação profissional.


PRESIDENTE LULA

“Conseguimos levar as universidades federais e as escolas de educação profissional das capitais para o interior do País”, disse o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante a cerimônia de inauguração simultânea das unidades de ensino, destacando que “hoje, a juventude tem mais motivação para os estudos e perspectivas profissionais”, destacou o presidente.


Para o ministro Fernando Haddad, a expansão da rede federal mudou a vida do brasileiro. “A população, agora, entende o verdadeiro sentido da educação, que é o da emancipação do indivíduo”, disse. Haddad ressaltou que todas as metas previstas em 2007 no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) foram cumpridas, em todas as etapas e modalidades da educação. Segundo ele, a partir do estabelecimento de metas de qualidade na educação, “o Brasil está servindo de exemplo para o mundo”.


Assessoria de Comunicação, com informações da UFPE e do MEC.