Ceclin
mar 03, 2009 0 Comentário


PCdoB define rumo nas chapas proporcional e majoritária

Paulo MarinhoAgência Nordeste
RECIFE – Como sugere o próprio slogan do PCdoB, os comunistas estão sendo “ousados” no que diz respeito às eleições de 2010. Nesta terça-feira (3), durante entrevista concedida à Rádio Folha FM 96,7, a ex-prefeita Luciana Santos (PCdoB) revelou as metas da legenda para daqui a dois anos em Pernambuco. “Em reunião realizada na semana que antecedeu o Carnaval, ficou acertado que tentaremos eleger dois deputados federais, além de dois estaduais”, adiantou.

Nesse caso, iriam para a Câmara Federal ela mesma, bem como o ex-vice-prefeito e atual vereador pelo Recife, Luciano Siqueira. Luciana garante que não há problema de conflito com o correligionário na disputa pelo Legislativo. Ou seja, ela pegaria uma “carona” nos mais de 100 mil votos deixados pelo ex-deputado federal Renildo Calheiros (PCdoB), agora prefeito de Olinda. Siqueira deve focar mais no Recife e cidades circunvizinhas.

“Na verdade, essa é uma discussão que está acontecendo. O meu nome foi ventilado e estudamos a possibilidade de ter chapa própria na proporcional, mas está na base da especulação. Inclusive, o nosso comitê nacional vai fazer a reunião do pleno em São Paulo para discutir essas questões”, falou Luciano Siqueira, evitando citar outros nomes que poderiam estar em debate para as eleições federais.

No tocante aos deputados estaduais, o caminho mais provável é a reeleição dos dois parlamentares na Assembléia Legislativa. Um deles tem uma ligação profunda com a ex-prefeita por já ter sido secretário de Governo em Olinda, que é o Luciano Moura. Ele estaria com a postulação pré-definida. O outro é Nelson Moura, que era suplente e assumiu o mandato neste ano. Antes disso, estava ocupando a Secretaria Estadual de Esportes.

De acordo com Luciana Santos, também não há mais dúvidas quanto ao posicionamento da agremiação para o pleito majoritário regional. “Estaremos apoiando o governador Eduardo Campos (PSB) na sua candidatura à reeleição”, confirmou, também na condição de vice-presidente estadual da sua legenda.

De acordo com Luciana Santos, também não há mais dúvidas quanto ao posicionamento da agremiação para o pleito majoritário regional. “Estaremos apoiando o governador Eduardo Campos (PSB) na sua candidatura à reeleição”, confirmou, também na condição de vice-presidente estadual da sua legenda.

INGRESSO NO GOVERNO ESTADUAL

Ainda não está descartado o ingresso de Luciana Santos no Governo de Pernambuco. As articulações estão sendo feitas diretamente pelo prefeito Renildo Calheiros, mas, até o momento, não se chegou a um consenso porque uma mudança nos quadros do secretariado teria que passar pelo aval de diversos partidos hoje contemplados no executivo. A certeza seria apenas de que ela não deve ir para a Secretaria de Esportes e nem para a coordenação do Prodepe (Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco).
(Folha de Pernambuco)