Ceclin
fev 29, 2012 2 Comentários


Pauta dos Servidores Públicos toma conta das discussões na Câmara da Vitória de Santo Antão

por Rafael Peixoto

A sessão desta terça-feira (28) foi marcada por um grande público no plenário da Casa Diogo de Braga, na sua grande maioria para acompanhar a votação do Projeto de Lei 002/2012, referente a criação do Piso Salarial do Servidor Público, que foi acordado entre o Sindicato dos Servidores Públicos da Vitória de Santo Antão (SINDVISA) e a Prefeitura, depois das várias negociações que perdurou por meses.

O vereador Pedro Queiroz (PPS), chegou a ter algumas desavenças com o público presente, pois no começo da sua fala foi vaiado por grande maioria dos servidores que foram conferir a discussão do projeto do Piso, mas logo contornado, dando um fluído normal a sessão.

Como era previsto o assunto principal da noite foi o resultado do SINDVISA com as negociações com a Prefeitura, sobretudo com o desfecho diante da aprovação do Piso Salarial fixado em R$ 663,00. Todos os vereadores que usaram a Tribuna elogiaram e incentivaram a postura dos servidores e do sindicato. “Foi um vitória parcial, ainda de bom grado, mas tem que continuar essa luta, não só os professores, mas sim todas as classes”, afirmou o Vereador Dr. Saulo (PSB).

Dr. Saulo e Geraldo Enfermeiro (ambos do PSB), dirigiram duras críticas contra a Prefeitura de Vitória no tocante a execução de obras, citando o sério estado de conservação das estradas da cidade além do setor da saúde quando se trata da quantidade pequena de profissionais a frente do combate ao surto da Dengue que acomete neste momento a cidade. Segundo Geraldo Enfermeiro gira em torno de 15 a 20 casos diários de suspeitas de dengue em Vitória. Por outro lado, o governo do Prefeito Elias Lira (PSD), não recebeu somente críticas nessa noite na Casa Diogo de Braga, chegou-se a ser registrados parabéns pela sua atuação por parte de alguns vereadores que fizeram questão de citar o Carnaval 2012 que foi realizado, segundo os mesmos, êxitosamente este ano.

Na hora da votação do projeto de fixação do Piso do Servidor, nenhuma surpresa, pois o mesmo foi aprovado por unanimidade pelos 11 vereadores. Outros cinco projetos também foram aprovados por unanimidade na Câmara, entre eles o Projeto de Lei nº 003/2012 – referente ao reajuste do benefício dos aposentados e pensionistas, o Projeto nº 004/2012, referente ao reajuste do Piso Salarial dos Professores contando com um aumento significativo de 21,75%, divididos em duas parcelas, de 13% em fevereiro e 8,75% (retroativos a janeiro de 2012). Nas próximas sessões, os parlamentares deverão apreciar o PCC e o Estatuto do Servidor que serão enviados a Casa pelo Prefeito, conforme compromisso assumido junto à comissão do sindicato.