Ceclin
nov 19, 2009 4 Comentários


Paudalho vive um impasse político

Publicado em 19.11.2009

Presidente da Câmara não é encontrado para ser notificado da cassação do prefeito Fernando Moreira. Dessa forma, o 2º colocado não pode assumir

A Câmara Municipal de Paudalho sempre realiza sessão às quartas-feiras, mas ficou fechada durante todo o dia de ontem, o que agitou ainda mais a rotina do município da Mata Norte do Estado, depois da cassação, terça-feira, do prefeito Fernando Moreira (PTB). Os funcionários do Legislativo foram liberados do expediente. À noite, dezenas de moradores se concentraram em frente ao local cobrando a posse do segundo colocado nas eleições de 2008, Eufrásio Gouveia (PMDB).


Mesmo com a concentração, não houve tumulto. Dos nove vereadores, apenas a primeira-secretária, Lindalva Francisca de Oliveira (PPS), compareceu. O presidente da Câmara, Edson Carlos da Silva (PDT), mais conhecido como Zé Dinda, não foi localizado para ser notificado da decisão judicial que cassou o mandato de Fernando Moreira, por abuso de poder econômico na eleição.

Aliados de Eufrásio Gouveia (PMDB) acreditam que Zé Dinda, ligado ao prefeito cassado, esteja agindo para dificultar que o peemedebista, já diplomado pela Justiça Eleitoral, tome posse. Dinda também responde pela prefeitura interinamente. A decisão do juiz Fernando Menezes Silva determinou que o segundo colocado assumisse a prefeitura imediatamente. O processo transcorreu em segredo de Justiça.

Agora, a estratégia dos aliados de Eufrásio – que já governou a cidade entre 1993 e 96 – é tentar garantir a posse por intermédio da primeira-secretária, que responde pela Câmara na ausência do presidente. “O vereador não foi localizado na residência, não atendeu o celular. Paudalho hoje está sem prefeito”, reclamou Gustavo Gouveia, filho de Eufrásio.

Pela manhã, o clima era de otimismo entre os aliados do peemedebista. Eles esperavam que a data da posse fosse agendada na sessão de ontem à noite, que não foi realizada. O grupo tinha a expectativa que o retorno de Eufrásio à prefeitura ocorresse logo.

(Jornal do Commercio).



Leia Mais:




copie o Link (não é vírus).

http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-politica/537571



http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-politica/537570