Ceclin
mar 22, 2010 1 Comentário


Partido Verde da Vitória realizou um ato público em defesa do Rio Tapacurá

Em comemoração ao “O Dia Mundial da Água” que foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. E a cada ano é destinado discussão sobre os diversos temas relacionados a este importante bem natural. No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água”.

O Partido Verde da Vitória realizou neste sábado, 20 de março, um ato público em defesa do Rio Tapacurá onde simbolicamente, fizeram o enterro do Rio que banha a nossa cidade, declarando-o MORTO devido ao estado em que se encontra, transformado em um esgoto a céu aberto. Foram debatidas as questões ambientais da região, além da condição e participação do Partido junto ao poder público e a participação da população pela melhoria para nosso Rio.

O evento iniciou-se na Câmara Municipal da Vitória de Santo Antão, quando os Verdes com a participação da Executiva Estadual e a presença do Vereador Daniel Coelho da cidade do Recife, debateram temas diversos e logo após realizaram caminhada em protesto à degradação do Rio Tapacurá. “O Rio Tapacurá está morrendo, o nosso protesto visa alertar toda a sociedade vitoriense para este absurdo e falta de respeito a um dos rios mais importante do nosso Estado”, afirmou um dos membros do diretório.


“A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos. A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano”, ressaltaram.

O Partido Verde da Vitória convida a toda sociedade vitoriense para irmos juntos construir um mundo melhor e lutarmos pela vida!

Por Gilberto Lorena,

Diretório do PV.