Ceclin
jun 11, 2020 0 Comentário


Paróquia em Vitória inova nos tapetes de Corpus Christi

Alimentos substituem os tradicionais tapetes de sal de Corpus Christi em Vitória de Santo Antão — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus, a tradição católica de montar tapetes no dia de Corpus Christi, celebrado nesta quinta-feira (11/06), precisou ser adaptada. As imagens feitas de pó de serra tiveram que ser feitas com a manutenção do distanciamento social dentro de igrejas.

Em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, os tradicionais tapetes foram feitos com alimentos. Pacotes de macarrão, arroz, entre outros, foram usados para criar as imagens dentro da Igreja Nossa Senhora de Fátima, no Bairro de Água Branca. O Padre Rosivaldo Pontes de Andrade, responsável pela Paróquia N. Sa. de Fátima, mostrou fotos da produção do tapete e garantiu que, em breve, os alimentos arrecadados serão doados.

Na Paróquia, a confecção do tapete de Corpus Christi deste ano envolveu além de fé e amor, compaixão e solidariedade. Formado com pacotes de alimentos não perecíveis e produtos de limpeza, doados pelos fiéis da cidade, a tapeçaria feita na Paróquia será entregue à Pastoral da Criança e as famílias em situação de vulnerabilidade social da região após a realização da Missa de Corpus Christi, que acontece transmitida pela internet, através das redes sociais da Igreja.

PANDEMIA – Foram confirmados até quarta-feira (10/06),  636 pessoas com a Covid-19 em Vitória de Santo Antão, desse total o número de pacientes recuperados subiu para 334. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, também foram registrados até a data 73 óbitos.