Ceclin
Maio 21, 2017 0 Comentário


Parecer da Procuradoria mantém cassação da prefeita e vice de Lagoa de Itaenga

graça-do-moinho e o vice

O Parecer da Procuradoria Regional Eleitoral de Pernambuco (PRE-PE) referente ao processo de anulação da chapa da atual prefeita e vice de Lagoa de Itaenga, na Mata Norte, foi publicada no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). O processo envolve a prefeita Graça Arruda (PSB), e o vice Alexandre Agripino (PSC), bem como o ex-prefeito de Carpina Carlinhos do Moinho (PSB), quando estes recorreram da sentença do Juiz da 135ª Zona Eleitoral – Milton Santana Lima Filho, que havia determinado a cassação do diploma dos eleitos, além da sanção de inelegibilidade aos envolvidos por abuso de poder econômico, praticado segundo a denúncia, no período da pré-campanha.

A ação de investigação judicial eleitoral foi proferida pelo Ministério Público Eleitoral tendo como relatora a Desembargadora Eleitoral Érika de Barros Lima Ferraz. Após o parecer da Procuradoria Eleitoral, o processo seguirá para ser referendado no pleno do TRE-PE.

CARPINA 

A gestão fiscal do exercício financeiro de 2014 da Prefeitura de Carpina, na Mata Norte, foi julgada irregular pelos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). O relatório, que não passou pelo crivo dos Conselheiros, se refere aos primeiros quatro meses daquele ano. O processo foi rejeitado durante sessão do colegiado ocorrida na última quinta (18), tendo como relatora Teresa Duere. Devido as irregularidades,  o ex-prefeito Carlinhos do Moinho (PSB), acabou multado.