Ceclin
jun 01, 2020 0 Comentário


PANDEMIA: Governo de Pernambuco define os primeiros setores da economia que retomam as atividades

De acordo com o governador Paulo Câmara, o comportamento da pandemia do coronavírus será avaliado. Foto: Heudes Regis/SEI

Restabelecimento da atividade comercial e de serviços vai considerar o risco de cada segmento à saúde e sua importância para a economia. Flexibilização será feita em fases e terá monitoramento dos níveis de contaminação

O governador Paulo Câmara (PSB) divulgou os primeiros setores da economia que poderão retomar as atividades. De acordo com o pronunciamento, a partir do dia 08 de junho, a construção civil e o comércio atacadista estão liberados a operar em todo o Estado. Mesmo com a retomada gradativa, o uso de máscara permanece obrigatório. Nesta segunda-feira (01), lojas de material de construção e delivery de comércio não essencial estão liberadas.

Ainda de acordo com o governador, o comportamento da pandemia do coronavírus será avaliado, semanalmente, com critérios técnicos e sanitários e novos setores podem ser liberados, a partir dos dados deste monitoramento. Caso ocorra uma nova onda da epidemia, ou mesmo um recuo nesta estabilização, o Governo de Pernambuco pode voltar a adotar medidas restritivas mais rígidas.

O “Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19” determina a retomada gradual e planejada das atividades econômicas em todo o Estado. O cronograma prevê de que forma 32 setores econômicos terão as medidas restritivas flexibilizadas, e como será a carga operacional desse retorno, que seguirá protocolos gerais e específicos para evitar a transmissão da doença. O ciclo de reabertura gradativa chegará à flexibilização total ao final de um período de 11 semanas. Os detalhes do plano foram apresentados pelos secretários de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e de Planejamento, Alexandre Rebêlo, em entrevista à imprensa realizada remotamente no Palácio do Campo das Princesas. Ficou claro, na entrevista, que a flexibilização escalonada ocorrerá gradativamente até o Estado chegar ao que se entende por “normalidade controlada”.

Após a confirmação dos dois primeiros setores que vão retomar as atividades, o Governo de Pernambuco divulgou o cronograma completo com a previsão para o retorno de todas as funções no Estado. Ainda de acordo com o governo estadual, o comportamento da pandemia do coronavírus será avaliado semanalmente e, caso ocorra uma nova onda da epidemia, é possível adotar outra vez as medidas restritivas mais rígidas.

CALENDÁRIO:

01 de junho
Lojas de materiais de construção e delivery de comércio não essencial
08 de junho
Construção civil (Na RMR, as obras serão liberadas com 50% dos funcionários e no horário das 9h às 18h. Já no interior, a liberação também é de 50%, sem determinação de horário); comércio atacadista (Na RMR, só será permitido no horário das 9h às 18h).
15 de junho
Serviços de atendimento ao público entrarão no circuito de flexibilização;
salões de beleza, barbearias e serviços de estética (precisarão atender uma pessoa por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro);
varejos de bairro (lojas de até 200 metros quadrados);
shoppings centers (centros comerciais e praça de alimentação poderão adicionar o atendimento via coleta na operação. Na RMR, o horário permitido de coleta será apenas entre 12h e 18h);
treinos de futebol profissional.